Are you the publisher? Claim or contact us about this channel


Embed this content in your HTML

Search

Report adult content:

click to rate:

Account: (login)

More Channels


Showcase


Channel Catalog


Channel Description:

Telefones: 99901.0414 / 98123.5945E-mail: oab.rs.advogadoprates@gmail.comBarão do Ladário 1836 - Santiago -RS

older | 1 | .... | 153 | 154 | (Page 155) | 156 | 157 | .... | 247 | newer

    0 0

    FONTE - CONJUR

    República da truculência

    Se governo não reagir, polícia e MP dominarão o Brasil, diz advogado

    Ou o governo federal reage aos ataques que vem sofrendo e retoma as rédeas do poder — e o Supremo Tribunal Federal e o Superior Tribunal de Justiça garantem o respeito à Constituição e às leis — ou o Estado brasileiro será dominado por servidores públicos que não foram eleitos pela população, como policiais e membros do Ministério Público.
    Fato de STF autorizar prisões sem prova abre a possibilidade de a Constituição perder seu efeito, diz Fernando Fernandes, um dos maiores criminalistas do pais.
     
    Essa é a visão do criminalista Fernando Augusto Fernandes, sócio do Fernando Fernandes Advogados, sobre o atual cenário político do país. À revista Consultor Jurídico, ele afirmou que o ordenamento jurídico não pode ser submetido às vontades dos membros da força-tarefa da operação “lava jato”. Segundo ele, o movimento é preocupante e vem sendo apoiado por setores da sociedade e da imprensa.

    Um dos efeitos dessa empreitada, diz Fernandes, é a tentativa de depor a presidente Dilma Rousseff, seja via impeachment, seja via Tribunal Superior Eleitoral.  “Não existe razão jurídica para impeachment, e não existe nenhuma razão jurídica para uma decisão que anule a eleição pelo TSE”, analisa.

    De acordo com ele, a acusação de que Dilma teria tentado interferir por três vezes na condução da “lava jato” é “inverídica”, e só teria sido feita pelo senador Delcídio do Amaral (PT-MS) em delação premiada para se vingar do abandono que ele entende que sofreu de seus aliados.

    “O abandono político e o abandono em relação ao fato de ele ter sido preso ilegalmente, inconstitucionalmente, sem nenhuma reação dos outros senadores ou do partido... Esse sentimento é que faz com que ele produza um depoimento com o qual, na verdade, pretende atingir aqueles que ele acha que o abandonaram”, avalia o advogado.

    Outro sintoma desse movimento do funcionalismo, segundo o criminalista, seriam as prisões abusivas de acusados de corrupção. Como exemplo dessa prática, ele cita os casos de Marcelo Odebrecht, presidente do Grupo Odebrecht, que está preso preventivamente desde junho (e que foi condenado a 19 anos e quatro meses de reclusão nesta terça-feira), e André Esteves, ex-controlador do BTG Pactual, que foi preso temporariamente em novembro e atualmente está em recolhimento domiciliar.

    Quanto a Odebrecht, Fernando Fernando disse não haver razão para ele permanecer preso há quase nove meses, e que ele só permanece encarcerado para ser forçado a colaborar com a Justiça. “Além de uma prisão ilegal, ele está sendo submetido a ofensas à sua integridade física e moral com o objetivo de que seja mais um a fazer uma delação premiada, o que é outro clima nacional preocupante, porque nós estamos retornando a uma cultura de admissão da tortura no Brasil.”

    A prisão de Esteves também demonstra a retomada de práticas da ditadura militar (1964-1985) no país, destaca o advogado. “Foi absolutamente ilegal e inconstitucional a prisão do André Esteves, inclusive porque foi decretada uma prisão temporária inicialmente, que tem uma legislação muito criticada pelos juristas brasileiros porque remete à antiga prisão para averiguação do regime militar de 1964 — ou seja, prende-se para investigar, prende-se sem prova. Trata-se de uma legislação que o Supremo deveria apreciar e julgar inconstitucional.”

    Para Fernandes, o fato de o próprio STF autorizar essas medidas ou não revogá-las abre a “possibilidade política de termos uma Constituição sem eficácia no Brasil”. 

    0 0

    Prezado amigo Júlio!!!

    Dra. Maristela Genro Gessinger, com seu primo, então governador do nosso Estado, Dr. Tarso Genro.
    Que linda homenagem fizeste as mulheres hoje. De minha parte te agradeço imensamente pela lembrança em me incluir nela.
    Transmita a Dra. Karine um afetuoso abraço pelo nosso dia.
    Tua filhota está cada vez mais linda. Parabéns!!
    grande abraço e conte sempre conosco!!

    Maristela

    0 0

       


    Prezado associado da Abradjin;

    Em 2014 a Câmara Municipal de Belo Horizonte aprovou o projeto de lei 879/13 que institui o dia 31 de março, anualmente, como o Dia em Memória as Vítimas da Inquisição no Brasil, sendo Belo Horizonte a primeira cidade no país a criar este memorial.

    Em cumprimento a esta Lei e em função de nossos objetivos de combater a intolerância religiosa, resguardando a dignidade humana e o direito de crença, nós do Museu da História da Inquisição preparamos uma programação especial para este dia (31/03) e você é o nosso convidado para esta celebração.

    Confira nossa Programação:

    19:00h: Abertura
    19:30h: Palestra “A Inquisição Mineira” - Palestrante Dr. Sérgio Luiz Souza Araújo -(Coordenador e Professor dos departamentos de Direito e Processo Penal da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais)
    21:00h: Coquetel de encerramento
    21:15h: Reabertura do Museu para para visitações.
    *O Museu estará aberto durante o dia até às 18:30h para visitações.

    Local: Museu da História da Inquisição - Rua Cândido Naves, 55 – Bairro Ouro Preto – Belo Horizonte/MG.
    Confirme sua presença até o dia 24/03 enviando um email para contato@museudainquisicao.org.brabradjin@anussim.org.br, ou ligue para (31) 2512-5194.

    Esperamos por você!
    Atenciosamente,
    Marcelo M. Guimarães (Presidente e Fundador do Museu da História da Inquisição)  e Equipe. 

     


    0 0

    Qualquer observador mais atento perceberá, facilmente, que o Brasil está num risco de convulsão real e imediata. 

    Por enquanto, existe um certo controle. Mas existem erros de todos os lados. O MP e a Polícia Federal, e até setores do judiciário, alimentados por golpistas de extrema-direita, fomentam esse processo, esquecendo-se das regras democráticas do Estado de Direito e até das garantias constitucionais fundamentais. 

    Não me enquadro, nem de longe, entre os que querem inocentar esse bando de ladrões do PT, PP e PMDB. Pelo contrário, defendo o rigor nas investigações, autonomia das instituições e dos poderes harmônicos e independentes entre si.

    Contudo, a reação aos excessos da PF e do MP vem em forma mais violenta, pois a convocação que corre nos bastidores, tive acesso a uma carta reservada, é puramente no sentido de instar uma resistência popular, e isso quer dizer convulsão social imediata. As forças armadas, insufladas pelo pensamento golpista de generais da ativa, acabam fomentando o MP e a PF, que, entusiasmados com o apoio golpista, perderam o bom senso e não estão vendo que estão levando o país para o caos.

    Não se iludam juízes e promotores que todos têm a unção popular. A primeira reação que houver, com invasão de um tribunal e linchamento de um juiz ou de um promotor, desencadeia uma reação em série, a começar pelos traficantes, passando pelos militantes de esquerda, até punks e neonazistas. É o aflorar de nossa contradição imediata. Se sair a voz de comando do PT pela desobediência civil ou a resistência contra o Poder Judiciário ou MP e PF, tá criado o caos. 

    Na verdade, existe um aliança tácita, uma aliança branca, não definida, entre a extrema direita golpista, toda ela ligada a ditadura militar, e o MP e a PF. Isso chega a ser triste. Pois quem garantiu tal autonomia e quem assegurou a liberdade de expressão e de imprensa no país, foram - sim - os governos democráticos do PT. 

    O ideal, nesse momento, é a aposta no funcionamento das instituições democráticas, a PF e o MP devem investigar tudo, doa em quem doer, ninguém está acima de lei e da Constituição, o poder judiciário não pode se portar como um bando de justiceiros, são juízes e, portanto, exige-se desses cautela, prudência e parcimônia e os petistas e setores de esquerda, precisam entender a necessidade de purificação, sem atropelos a normalidade democrática. Estamos a um passo para a ação de grupos armados paramilitares de esquerda agirem, só tolos não percebem isso. Pode ser o prelúdio de uma carnificina, pois os golpistas do exército, com as armas da nação às mãos, sem controle, só louco acha que existe controle entre os generais golpistas da ativa (os inativos são piores), estão loucos para o primeiro tiro. 

    A imprensa, irresponsável, fomenta o quanto pior melhor. Não existem vozes de razão. 

    A situação do país é pré-consulsionária. Urge muita reflexão, pois tudo pode virar uma grande bola de neve e ninguém segurar um banho de sangue iminente. 

    0 0

    Recentemente recebeu um novo tomógrafo, igual a ele existe somente outro em Porto Alegre.
    Foto: Reprodução.
    Foto: Reprodução.

    O Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital de Caridade (CDI) é referência regional, com atendimento a usuários de 32 municípios da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde. Conta com equipamentos de última geração que garantem a qualidade do serviço prestado.

    De acordo com o gerente do CDI, Robson Lopes são realizados mais de 4 mil exames/mês através de convênios, planos de saúde, particular e pelo Sistema Único de Saúde. Recentemente o CDI recebeu um novo tomógrafo que está em funcionamento desde dezembro, realizando exames de tomografia convencional e angiotomografia de coronárias. No Estado existem somente dois equipamentos deste tipo: um em Santiago e outro em Porto Alegre.

    O Centro de Diagnóstico por Imagem do HCS conta inda com um novo ultrassom, além de do equipamento de ressonância magnética com campo aberto que oferece maior comodidade ao paciente. Robson destaca também investimentos para realização de mamografia digital e densitometria óssea , além de toda uma equipe de atendimento, realização, análise e interpretação das imagens obtidas.

    Na semana passada, o diretor presidente do Hospital de Caridade de Santiago, IrmoSagrilo, confirmou recursos de R$ 150 mil de Emenda Parlamentar da senadora Ana Amélio Lemos para investimentos e equipamentos, visando qualificar ainda mais o atendimento oferecido aos usuários do HCS.

    Fonte: Radio Santiago.- Santiago News


    0 0

    Provérbios de um sábio que tinha mais de mil mulheres

    Apenas choro

    Lágrimas de sangue


    Dra. Karine Peixoto e minha filhinha

    Nina, com uma hora de vida

    Piloto do meu amigo Márcio Brasil e Rebeca, em 2007.

    Fiquei chocado quando o Neryzinho escreveu isso contra mim num blog

    Com 3 anos, minha filha já ensaiava seus passos rumo a uma cidadania ativa

    Professor Doutor Nubem Medeiros, da UFRGS, eu e minha filhinha

    PROTESTANDO, EXEMPLO PARA UM PAÍS MELHOR

    Meu amor, minha gordinha ....

    Aprendendo a valorizar a bandeira do país. Nina com a mãe dela



    Protesto vestido 



    0 0
  • 03/11/16--08:40: Policia Federal em Santiago
  • O setor de comunicação da polícia federal ainda não noticiou nada. Mas o certo é que 4 viaturas amanheceram em Santiago e ninguém sabe - exatamente - o que buscam. A rigor, já se sabe que não é uma busca de rotina, derivando-se daí a quantidade de viaturas e agentes armados. 

    Pelo visto, coisa grossa vai estourar. Eles não estão aqui atrás de ratos miúdos. 

    0 0

    Ontem, era noitinha, a expressão é usada pela Nina. Na verdade, entrava a noite e o dia se esvaia. A Dra. Fernanda, doente, voltou ao Hospital e eu estava por aqui, quieto, lendo o El País, Le Monde e o Correio Braziliense, onde me chamou a atenção uma notícia que o poder judiciário do DF adotou a guarda compartilhada dos cachorros de um casal separando. 

    Nisso, chegou uma amiga. Sentou-se e começou a conversar. Descontraiu o ambiente. Mas logo me disse que tinha que ir, tinha que buscar sua filhinha na Escola da Balet. '


    Perguntou, então, se eu queria ir com ela. Sem outra alternativa, sem uma casa para ir nos finais de tarde, notando aquele clima horrível, fazia um certo frio, havia uma certa neblina, tudo estava tão triste, decidi acompanhá-la. Se arrependimento matasse.

    Ao chegar na Escola, a qual eu desconhecia, vi todas as menininhas da idade da Nina, alegria, gritaria, pais entrando, filhas abraçando os pais e e as mães.

    Foi aí que fui invadido pelas lembranças. Nina sempre me disse que queria dançar balet. Pensei que minha filhinha podia estar ali. Olhando as demais crianças e os demais pais, só me restava chorar inconsolavelmente. As lágrimas caíam pelo meu rosto. Uma dor nauseante sufocava meu peito. Vivi momentos de profunda angústia, de dor, de desespero, de pavor, de uma tristeza tão profunda, tão profunda, que não tenho palavras para descrever. 

    Até hoje não entendo o que fiz para essa separação abrupta,  esse castigo por algo que nada fiz por merecer. Nunca dei um tapa na minha filha, nunca me desacertei com ela, nossa relação era perfeita, as pessoas que veem-na, domingo, comigo veem o amor, o grude, o afeto, a expressão de carinho, ela sempre agarrada em mim, me chamando de "meu papito querido, como eu te amo". 

    A irracionalidade maior, nessas alturas, DATA VENIA, é do poder judiciário, da defensoria pública, que faz um papel porco e nojento no sentido de fomentar a alienação parental cada vez maior, a qual sou vítima, posto que  atuando fora de suas atribuições legais e constitucionais; e o que estão fazendo entre eu e minha filha, esse crime psico, essa tortura psíquica contra ela, terá consequências irreversíveis. Se eu, com a minha idade, sofro uma dor indescritível, padeço de um sofrimento o qual já não encontro expressões para definir, imagino o que se passa na cabeça de uma criança de 5 anos, que apenas sente, mas não sabe expressar seus sentimentos. Interioriza tudo quieta, resignada, como se aceitasse o fardo de um destino massante e cruel em tão tenra idade. Eu sei que ela queria estar aqui comigo, na Escola da URI, no meio urbano onde ela nasceu e se criou, pelas lancherias, lojas, calçadão, com os amiginhos e amiginhas, correndo, alegre, festiva ... 

    A OAB é omissa por que eu não sou da roda da maçonaria e a defensoria pública é uma instituição sem controle, usurpando o papel dos advogados e fomentando a intriga entre pais e não permitindo o acerto sequer que envolva os filhos, pelo bem estar psíquico da criança e nem impedindo o crime que se comete contra esses. É um papel nojento e depreciável, na medida em se usam recursos do Estado, da sociedade, para fomentar ainda mais a separação de um pai de sua filha. 

    A Defensoria Pública do Rio Grande do Sul é uma Instituição sem controle sobre seus membros, que agem sem critérios, por impulso, por emoções piegas, sem saber discernir a verdade da mentira  e sem se preocupar com o futuro existencial e afetivo da vida de uma criança de 5 anos. Eu acuso. Ela não só faz defesa de que quem não é necessitado, tal como prescreve a Constituição, como fomenta a intriga, impede os acordos e age com acusações, sem se falar de sua atuação podre nos bastidores dos FORUNS, sabendo das decisões antecipadas e manipulando informações.


    0 0

    A disputa de hegemonia que a Polícia Civil de Santiago faz na sociedade civil é algo elogioso, brilhante e eficaz. 

    Primeiro a atuação da PC virou uma unanimidade, só se ouvem elogios ... e elogios rasgados. Agora, quero fazer outras observações. Afora o brilhante trabalho, que não deixa dúvidas, existe uma articulação muito bem feita no contato com a sociedade civil, através das redes sociais, rádios e jornais. Também nisso, a Polícia Civil está dando de dez.

    O que isso demonstra: que os policiais estão prestando um serviço público de altíssima qualidade e dando uma satisfação para a sociedade, que se sente altamente satisfeita e contemplada com tal eficiente atuação.

    Confesso-me impressionado. Em tantos anos de jornalismo, nem falo como advogado, mas observo também como sociólogo, que o trabalho da PC de Santiago atingiu um ápice de eficiência, de seriedade, de idoneidade, de maturidade e, sobretudo, de confiança da sociedade civil e seus canais de expressão. 
     
    Creio, nessas alturas, que nada mais justifica a negativa do prédio antigo do FORUM para melhor acomodação e melhor desenvolvimento desse trabalho.Daqui a há pouco vou lá no Guilherme Bonotto e vou ligar pessoalmente para o Cairolli, nosso vice governador, afinal ele passa de titi com o Guilherme e vou pedir que ele seja meu porta-voz dentro do Palácio Piratini e parem com essa frescuragem toda e entreguem - de vez - o prédio do FORUM antigo para a gloriosa e eficiente Polícia Civil de Santiago, afinal, nessas alturas duvido que alguém desacredite que eles sejam do merecedores de instalações mais dignas e honradas à altura do trabalho que desenvolvem por Santiago e região. 

    É a melhor Polícia do Brasil, disparadamente. Ademais, totalmente limpa, honrada e nunca se ouviu falar de algum de seus membros envolvidos em falcatruas e corrupções. Isso é  um orgulho para todos nós.

    0 0

    A grande discussão jurídico-filosófica, que dominou os meios acadêmicos paulistas e - de resto - do país inteiro, foi a extensão do erro da Promotoria de São Paulo, ao pedir a prisão de Lula, em meio a divagação teórica, atribuíram a autoria do Manifesto Comunista a Hegel e Marx. 

    Na verdade, os autores são Friedrich Engels e Karl Marx. 

    Hegel, é outro filósofo alemão, nome completo George William Friedrich Hegel. Como esse tinha um método idealista e dialético, Marx pinçou de suas formulações teóricas apenas a Dialética, desprezando o idealismo. 

    O erro, revela bem o despreparo em ciências sociais dos nossos bachareis em Direito, cujo nome do curso é Ciências Sociais e Jurídicas e, necessariamente, os advogados devem conhecer ciências sociais, sob pena de pagarem um mico nacional, como esse que pagaram os procuradores do MP-SP. 

    Saber, não é para quem quer, é para quem sabe, se dedica e estuda.

    0 0

    Caros amigos,
     
    Já está na mão o novo livro de meu pai, Ruy Gessinger: “Trilhas, rumos e enroscos”.

    Estará à venda, a partir de 2ª feira dia 14.03, nas livrarias Martins Livreiro e Livraria do Advogado, ambas na Riachuelo em Porto Alegre.

    E também está à venda diretamente comigo, é só mandar um e-mail para armando@gessinger.com.br e a gente combina tudo, a entrega neste caso é pelos Correios.
     
    Um grande abraço a todos!
     
    Armando K. Gessinger
    (filho do Ruy)
     
     

    0 0
  • 03/12/16--09:04: Article 0


  • 0 0

    Domingo é meu dia. Sábado foi horrível, marcado por acusações, dores, perdas ... mas, enfim, é a vida. Não posso agradar a todo mundo ... nem Jesus Cristo conseguiu.

    Amor, eterno amor.


    Brincando com castelinhos de areia



    Minha camisa branca ficou puro batom. A Dra. Fernanda, em conversa por telefone com a Nina, prometeu deixar um batom para ela em sua mesa. Moral da história: Nina tem um memória privilegiada e veio direto ao batom e pobre da minha camisa.


    Amor do papai

    Pose com o Vade Mecum - Venha comigo - versão 2016.

    Fotografando o papito

    Minha linda



    0 0

    Robim Hood
    Quem se diz defensor dos pobres e rouba dinheiro público para ajudar os pobres, estes até podemos perdoar. (...)

    Deputado Miguel Bianchini

    0 0

    Vereador Pelé
    Todos os dias acham um vice novo e diferente para o PP. A bola da vez, agora é o vereador Pelé. Numa dessas, acertam. 

    ---

    Eu retirei uma postagem a pedido de amigos, mas amanhã vou ter uma conversa muito séria com o amigo Guilherme Bonotto.

    ---

    A pesquisa encomendada pela administração, por uma empresa de fora, ao invés de prestigiar as empresas locais, cito o caso do Expresso Ilustrado, com larga tradição em pesquisas, apontou também a que o povo quer mudanças. O índice, alto. Tive aceso aos números. Quem me passou foi um deputado estadual.

    ---

    Fernanda Gindri
    Como é bom lidar com mulheres sensatas. Nessa segunda-feira tive uma audiência na vara de família, presidida pela juíza Ana Paula Nickel e me fiz acompanhar pela minha colega de Escritório, Fernanda Gindri. Como tudo fluiu bem. A Ana Paula é um doce, mas a Fernanda é mais doce ainda. Fala mansa, com jeitinho, com ponderação, tudo foi satisfatório, equilibrado, harmonioso e racional. Até eu ela me convenceu. Nosso cliente, o Scherer, de Cachoeira do Sul, também saiu bastante satisfeito. Há mais de um ano sem ver o filho dele, reencontrou-se com o menino em nosso próprio escritório e tudo foi muito emocionante. 

    ----

     
    Mestre José, mago e cabalista
    Nosso amigo Mestre José entra em jejum de 40 dias pelo desenvolvimento de Santiago, pela prosperidade do comércio e por uma corrente empresarial para destrancar caminhos. Os donos de lojas, comerciantes e profissionais liberais,  que quiserem engrossar a corrente do jejum cabalístico do Mestre José podem manter contato pelos telefones 55 9728.3700 e 8418.4258 ou na Tenda dos Milagres, Barão do Ladário, 433, Santiago. 


    ---

    O Quero-quero canta para um lado mas o ninho está para outro. Aviso aos navegantes e suas ilações confusas. 

    ---

    Gélsio e seu filhinho
    Agora, com a Páscoa, vou saborear um peixe assado na grelha pelo meu amigo Gélsio Kovaleski, essa figura humana maravilhosa que povoa a região do Vale do Jaguari com sua sabedoria, racionalidade e bom senso. Não sem razão, um empresário promissor. 

    ---


    ---

    Meu kamarada Ruy Gessinger, sabedor que eu vou fazer o Seminário de Direito Eleitoral em Porto Alegre, anfitrião perfeito, disse-me que tem um excelente quarto de hóspedes em seu apartamento, no centro histórico. É uma pena, nosso pacote já tem Hotel incluído, mas vamos almoçar com Dr. Ruy e Dra. Maristela no foyer do Teatro São Pedro e a Fernanda me garantiu que vai tomar chimarrão com o Ruy as 5 da manhã. Vou pagar para ver. O  bombeiro é o Bianchini, mas o incendiário é o Ruy. Eles não sabem que minha noiva vai junto. 

    ----

    Dr. Miguel Garaialdi
    Só não vou jantar com o Bianchini, pois eu já sei que ele vem com aqueles frangos assados na brasa na churrasqueira do apartamento da Manoela. Só vou jantar no Dr. Miguel Garaialdi, no Plaza São Rafael, esse eu aceitei o convite. 

    --

    Por fim, eu agradeço aos nossos patrocinadores, sem os quais nada disso seria possível. Pessoalmente, continuo mais pobre do que nunca. Rico, só em amor, .... da minha amada filha.

    0 0



    0 0

    Jota Scherer para Julio César DE Lima Prates


    “É de caráter sombrio o foco doentio no dinheiro” como bem observou a Dra. Fernanda Gindri. A família Scherer, de Cachoeira do Sul, agradece ao ilustre sociólogo, poeta e nosso Advogado Julio César DE Lima Prates pelo excelente desfecho na batalha judicial que envolveu meu filho de 16 anos. Agradeço também ao promotor de justiça de Santiago, cujo discernimento foi fundamental para nossa vitória.

    Foto de Jota Scherer.

    E ajuntou-se a ele todo o homem que se achava em aperto, e todo o homem endividado, e todo o homem de espírito desgostoso, e ele se fez capitão deles; e eram com ele uns quatrocentos homens.
    E foi Davi dali a Mizpá dos moabitas, e disse ao rei dos moabitas: Deixa estar meu pai e minha mãe convosco, até que saiba o que Deus há de fazer de mim.
    1 Samuel 22:2,3



    E ajuntou-se a ele todo o homem que se achava em aperto, e todo o homem endividado, e todo o homem de espírito desgostoso, e ele se fez capitão deles; e eram com ele uns quatrocentos homens.
    E foi Davi dali a Mizpá dos moabitas, e disse ao rei dos moabitas: Deixa estar meu pai e minha mãe convosco, até que saiba o que Deus há de fazer de mim.
    1 Samuel 22:2,3

    0 0

     

    CONVITE

    Prezado Doutor Júlio César de Lima Prates:
    O Tribunal do Santo Ofício de Portugal que perseguiu, censurou, extraditou, torturou e matou milhares de pessoas, durou mais de três séculos no Brasil, sendo extinto somente em 31 de março de 1821. O Museu da História da Inquisição, juntamente com a Abradjin, tem trabalho não só para que esta história seja contada, mas também para preservar e fomentar a memória histórico-cultural dos colonizadores cristãos novos na formação do povo brasileiro. Nosso objetivo tem sido o combate à  toda forma de intolerância religiosa, provendo a dignidade humana.

    Em 11/03/2015, através da Lei 10.805, requerimento do Vereador Juliano Lopes, foi instituído EM Belo Horizonte, pela Câmara Municipal, o Dia em Memória das Vítimas da Inquisição no Brasil, a ser celebrado, anualmente, no dia 31 de março.

    O Museu da História da Inquisição estará pela primeira vez comemorando, em suas dependências, esta memorável data e gostaria de contar com sua presença para o evento que será realizado no dia 31 de março de 2016, à Rua Cândido Naves, 55 – B. Ouro Preto – Belo Horizonte/MG.

    Na ocasião estaremos recebendo o Dr. Sérgio Luiz Souza Araújo, Professor e Coordenador do Departamento de Direito e Processo Penal da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais, que irá ministrar palestra sobre “A Inquisição Mineira”.

    PROGRAMAÇÃO:
    19:00h:   Abertura
    19:30h:   Palestra “A Inquisição Mineira”
    21:00h:   Coquetel de encerramento
    21:15h:   Reabertura do Museu para visitações
    OBS.:  O Museu estará aberto durante o dia até as 18:30h para visitações.

    VOCÊ É NOSSO CONVIDADO!


    MUSEU DA HISTÓRIA DA INQUISIÇÃO, investindo nos valores humanos de cidadania, ética e tolerância entre os povos.


    Enviado por Museu da História da Inquisição

    0 0

    Eu admiro o relacionamento afetivo entre dois homens. Parece-me sincero e soa-me a existência real de amor, mesmo que seja - aparentemente - só desejo, não sei. Ainda não tive um homem que me amasse. Nem mulher.

    Contudo, chego na idade da razão, plenamente desiludido no campo afetivo. O amor entre um homem e uma mulher tem um preço. Isso é uma porcaria danada. Eu conheço algumas mulheres, já namorei algumas, poucas, é verdade, mas já tive mulheres amigas, e - de tudo o que eu notei - ao longo de minha vida, foi uma triste descoberta: tudo gira em torno do dinheiro, do poder de compra, de maior ou menor aquisição de bens materiais e utilidades da vida. 

    Hoje a tarde, conversando com uma amiga pelo facebook, ela me dizia que amor verdadeiro, como eu imagino, não existe. Existem interesses. 

    Eu me queixava dela e dizia que ela era como a outra - aquela sabe - a vida dela girava tudo em torno de dinheiro, dos boletos, do dinheiro, do dinheiro, do dinheiro, do dinheiro, da piscina da casa de amiga, do carrão do marido da amiga ... é tudo igual, é sempre assim. As relações são junções de interesses. O amor, o carinho, o afeto são determinados pela matéria e pela quantidade de bens materiais. Tudo são interesses.

    Essa minha amiga me chamou de existencialistazinho de merda. E disse que se eu achava que ela era igual a outra, podíamos nos despedir ali mesmo, pelo face. 

    Ela que não se tocou. Já namorei mulheres pobres, ricas, medianas, mas, em comum, todas são obcecadas por dinheiro, quando não é o celular, é o vestido, quando não é o vestido, é o sapato, quando não é o sapato é a sala nova, a cozinha, o box de vidro 10 mm no banheiro ... o carro ...

    O amor é um comércio de sexo velado. A diferença dos amores que eu tive, é que as prostitutas são mais diretas. A trepada é tanto, a chave do quarto é tanto .... assim. As prostitutas custam bem menos, não dão problemas, usou, lavou e pronto. Isso em tese. Eu nunca consegui transar com uma prostituta, real.

    Ninguém acredita, mas sou o homem mais frustrado do mundo. Sempre procurei um amor, sempre quis ter um lar, uma família, e sempre me ferrei. 

    Isso tudo é tão sério e tão triste. 

    Eu não tenho ninguém na minha vida. Embora as pessoas possam pensar que eu tenho envolvimento com essa ou com aquela, a verdade é que sou absolutamente sozinho. Sozinho e frustrado, o que é pior. Às vezes, até brinco, para não demonstrar tanta sisudez e invento que tenho o que eu não tenho: amor.

    Talvez ao morrer, eu leve uma grande lição da vida. O Complexo de Cinderela e a Síndrome de Peter Pan, não passam de teorias e palavras, exatamente como proferiu Splash, interpretada por Darryl Hanna, em Uma Sereia em Minha Vida: palavras voam como o vento

    Triste demais saber que tudo tem um preço e que o amor é determinado pelo poder de compra.  

    Sempre pensei que o carinho, o afeto e amor teriam prevalência sobre o dinheiro. Talvez existam pessoas assim no mundo, que vivam o amor em sua plenitude e sua pureza. Mas nunca encontrei uma pessoa assim. 

    Um amor
    Hoje, vivo pela minha filhinha, sei da pureza do meu amor por ela. Mas também sei do meu sofrimento e das minhas dores.

    Todo o meio-dia, quando noto as pessoas indo para suas casas, quero ser uma pessoa normal, pego o carro, vou até o restaurante, nunca tenho fome, mas enfim, finjo que tenho um lugar para ir. Já a noite, fico tanto quanto possível em meu escritório, tarde, me retiro. Tomo um banho, ligo os fonezinhos de ouvidos, oro pela Nina, tomo um rivotril e durmo até amanhecer um novo dia, embora eu saiba da rotina sem sentido e do absurdo da vida.

    Uma receita, nada mais.
    Precisava de um rivotril que fizesse efeito de 12 horas, alô Dra. Karine. Assim, eu sofreria menos. Uma receita diferenciada, nada mais.

    Agora, escrevo esse texto e vou para meus aposentos. Não crio um gato, com a perda da minha casa, perdi também meu cachorro. Isso não é nada, perto da perda de minha filha. A paternidade foi reduzida a zero e meus sentimentos não existem, a juíza acha que eu sou forte, comedor, ela não sabe nada do meu interior e nem do sofrimento de minha alma. Hoje percebi que a Nina, pelo telefone, foi dizer meu papito que .... mas o ambiente repressivo não a permite falar dos seus sentimentos reais de amor por mim, tanto que ela  reprimiu-se e calou-se. Mas a entendi, ela está virando uma cabalista precoce. Usando códigos, linguagens exotéricas e mensagens cifradas, como Moisés na repressão faraônica. Nada a estranhar, é minha filha. Talvez Deus quisesse mesmo dar-me esse entendimento e o próprio sofrimento tem um sentido.

    Adoro saber que vou dormir, porque o ato de dormir acalenta minhas esperanças, pois são nos sonhos que vivo a plenitude mágica da felicidade. Nos sonhos eu percorro os campos com minha filhinha sem me preocupar com o relógio e as horas marcadas para o nosso convívio. 

    Absurdo. Sou cada dia mais camusiano. Tudo é tão absurdo. O amor que não existe, a dor que não passa, o sentimento que machuca, as lágrimas de sangue que correm em meus olhos e minha eterna divisão entre pedir para Deus tirar-me de uma vez dessa Terra ou ficar carregando esse fardo enquanto, a conta-gotas, vou exercendo minha paternidade roubada. E assistindo a infância vilipendiada de minha própria filha. 

    Talvez estejam todos certos em aceitar as regras do jogo, assim como elas são. Talvez o errado seja eu. Mas - certamente - sou coerente comigo mesmo. E como tal, já vivi até aqui, vou morrer sendo assim. Acreditando no amor, na força do afeto e na expressão do carinho. Por isso, louvo os encontros, que bom que as pessoas se amem, por isso sou livre, defendo a liberdade e todas as formas de amor. 

    Quero apenas sonhar. 

    Poderia ser cálido? Já que diferente eu sou mesmo!!!


    -----------

    Meu dia pelo Brasil e pelo mundo

    Visualizações de página por país

    Gráfico dos países mais populares entre os visualizadores do blog
    Entrada Visualizações de página
    Estados Unidos
    7299
    Brasil
    4509
    Alemanha
    103
    Portugal
    49
    Coreia do Sul
    26
    França
    11
    Índia
    10
    Ucrânia
    10
    Polônia
    4
    Rússia
    4







     





    0 0

    Também acredito no amor verdadeiro, naquele amor de conto de fadas, receio que nos dias atuais está escasso .... E quem o procura sofre muito muito muito.., são pessoas sensíveis, de bom coração, que não se renderam ao materialismo.


    Karine Peixoto

older | 1 | .... | 153 | 154 | (Page 155) | 156 | 157 | .... | 247 | newer