Are you the publisher? Claim or contact us about this channel


Embed this content in your HTML

Search

Report adult content:

click to rate:

Account: (login)

More Channels


Showcase


Channel Catalog


Channel Description:

Telefones: 99901.0414 / 98123.5945E-mail: oab.rs.advogadoprates@gmail.comBarão do Ladário 1836 - Santiago -RS

older | 1 | .... | 181 | 182 | (Page 183) | 184 | 185 | .... | 247 | newer

    0 0

    Clique aqui, para ouvir o jingle da campanha de Maristela, obra do músico Nenito Sarturi. Vale a pena ouvir, um espetáculo.

    ----

    Alerto aos que quiserem divulgar seus jingles, o blog está aberto a todos. 

    0 0
    0 0

    As atenções se voltam para essa sexta-feira, especialmente em torno da edição do Jornal Expresso Ilustrado, que estaria divulgando a primeira pesquisa de intenções de voto dentro de Santiago. 

    Contudo, há um silêncio sepulcral em torno do assunto. Nem o pessoal do Jornal comenta, nem seus proprietários. Sei que a Pesquisa foi feita. Porém, faço apenas meu papel de jornalista, especulo. De concreto, só saberemos quando houver a manifestação da direção do Jornal. 

    Diferentemente, de épocas passadas, quando as pesquisas eram cadastradas aqui no cartório eleitoral local, agora elas são cadastradas no site do próprio TSE. 


    Sinceramente, não sei se essa anunciada Pesquisa sai mesmo. Acho cedo, a campanha começou ontem. Na  dúvida, leiam tudo que diz o TSE sobre as Pesquisas eleitorais para essa eleição de 2016.

    Confesso que não achei o registro local no site do TSE, porém, também não sei o nome da empresa que - eventualmente - tenha realizado a auscultação. Derivando-se daí prejudicada minha intenção. Na dúvida, todas as instruções do TSE sobre Pesquisas Eleitorais. 


    Pesquisas eleitorais - Eleições 2016

    As entidades e empresas que realizarem pesquisas de opinião pública relativas às Eleições 2016 ou a candidatos, para conhecimento público, devem registrar, junto à Justiça Eleitoral, as informações constantes no art. 33 da Lei nº 9.504/1997, a partir do dia 1º de janeiro e até cinco dias antes da divulgação de cada resultado, conforme disciplinamento da Res.-TSE nº 23.453, de 15.12.2015.
    Para o registro de pesquisa, é obrigatória a utilização do sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle), disponível nos links ao final da página (abaixo).
    Todas as entidades e empresas deverão realizar o seu cadastramento no sistema de Registro de Pesquisas Eleitorais (PesqEle). Aquelas que tiverem realizado registro de pesquisa em eleições anteriores deverão efetuar novo cadastramento.
    O registro das pesquisas é procedimento estritamente eletrônico, realizado via Internet e a qualquer tempo, independentemente do horário de funcionamento das secretarias dos tribunais eleitorais.
    As informações e os dados registrados no sistema ficarão à disposição de qualquer interessado pelo prazo de 30 dias.
    Recomenda-se a leitura dos arts. 33, 35 e 96 e os parágrafos do art. 34 da Lei no 9.504/1997, bem como das resoluções-TSE nos  23.453 e 23.462, ambas de 15 de dezembro de 2015, as quais disciplinam, respectivamente, para as eleições de 2016, o registro e a divulgação das pesquisas e o processamento das representações, reclamações e dos pedidos de direito de resposta.
    Salienta-se que a Justiça Eleitoral não realiza qualquer controle prévio sobre o resultado das pesquisas, tampouco gerencia ou cuida de sua divulgação, atuando conforme provocada por meio de representação.
    Acesse o PesqEle clicando abaixo:

    0 0
  • 08/18/16--09:18: Unistalda
  • Hoje recebi mais um caso de Unistalda, desses que beiram o surrealismo jurídico. 

    Servidores públicas municipais, cujo edital do Concurso, afirma se tratar de servidor estatutário, são tratadas como se celetistas fossem. Aí negam os direitos que as mesmas têm como estatutárias e não pagam os direitos que assistem-nas com celetistas. É um quadro surreal.

    Prefeito Ribeiro, meu distinto Prefeito, peça para seu filho, Dr. Ribeiro, um brilhante advogado, ler o parecer jurídico 14/2016. E depois peça para o nobre colega ler o edital do concurso do concurso do pessoal do PIM. O edital é claro: regime estatutário

    Ora, se é regime estatutário, a servidora que se socorreu do nosso escritório, tem plenos direitos em seu pleito, pela lei que rege os servidores públicos. 


    0 0
  • 08/18/16--14:20: Sobre sonhos
  • Hoje eu conversava com uma amiga que mora na Serra e ela me contava sobre seus sonhos na noite passada. 

    Disse ela:

    "Tu e o Dr. Valdir, meu vizinho, enterravam ou desenterravam algo ...Vi Dona Cleusa e o Guto, eles me viram no sonho e então acordei..."


    Fiquei pensando e contei para ela sobre o meu sonho, estranho sonho. 

    Eu tinha uma namorada, socióloga, Ana Lúcia, que morava no Bairro Petrópolis, na Avenida Carlos Gomes. Sempre que eu saia da casa dela em direção ao Centro de Porto Alegre, descia pela Protásio Alves, não gostava daquele trajeto, por dentro, pelo Moinhos de Ventos ... 

    Contudo, sempre que por ali passava, chamava-me muito a atenção um velho casarão, com um enorme portão de ferro, e um pórtico em forma de arco e três degraus de mármore branco. 

    É tão curioso isso porque já se passaram mais de 20 anos e - na noite passada - sonhei justamente com esse local. 

    Eu - no sonho - não era eu, o eu do hoje. Era eu daqueles anos atrás. 

    Transportando-me no sonho, lá ía eu em direção ao Centro. De repente, olho para o portão do velho casarão e vejo a Nina e sua avó sentadas nas escadarias de mármore. Nina estava com um vestidinho amarelinho, cheio de florzinhas. 

    Reconhecendo-as, tomei por susto. Desço do carro e vou até elas. Como eu parei o carro mais adiante do portão, ando um trecho a pé ... e no andar desse trecho, vejo um cemitério. Aí penso comigo mesmo: "credo, então esse portão era de um cemitério e não de um casarão, como eu pude me enganar tanto"?

    Meu sonho terminou ali. Não vi mais a Nina e nem a avó dela. Fitei meu olhar no cemitério e tudo sumiu de minhas imagens e lembranças. 



    0 0
  • 08/18/16--20:48: Poesia na terra dos poetas
  • Na Terra dos Poetas, infelizmente, a poesia tem pouca penetração popular, para não dizer pouquíssima. A maioria dos santiaguenses é constituída de não leitores. A minoria que lê, todavia, prefere outros gêneros textuais – literários ou não. 


    Froilam Oliveira

    0 0

    Hoje foi um dia raro em minha vida. Como não tinha compromissos e suspendi tudo, fiquei deitado, dormindo, ante o efeito colateral de medicamentos para a gripe. 

    Não adianta me perguntarem: estou atravessando momentos dolorosos em função da Nina, questões judiciais...entretanto, Deus tem me ajudado, com forças que eu sequer sei de onde vêm, e vou resistindo. 

    Nessa madrugada eu pensava o que poderia mudar o curso da eleição em Santiago?

    Nestes dias que antecedem o dia da eleição, muita coisa pode acontecer. É claro, ninguém é anjinho para imaginar que tudo vai passar em brancas nuvens. O lado podre da política está em pauta. 

    Pode haver uma morte e mudar o rumo de tudo? Pode, claro que pode.

    Pode vir à tona escândalos envolvendo os candidatos? Pode, claro que pode. Mulher envolvida é o que não falta. 

    Podem flagrar um candidato no motel com uma menor? Pode, claro que pode. 

    Por mais que se diga quer não, existe uma guerra suja nos bastidores. 

    O Watergate, nos EEUU, na década de 70, forçou a renúncia do Presidente Richard Nixon, por ter mandado invadir a sede do partido democrata e lá instalar microfones de escutas, é o exemplo mais fidedigno de que tudo pode acontecer e sair do controle. 

    Esse assalto ao diretório do PP tem vários viesses. E pode ser a ponta do iceberg de um grande escândalo. Simples marginais poderiam estar atrás de note-books e outros objetos de valor no comércio. Isso é certo. 

    Mas quando relatam que os assaltantes foram no fichário do PP, na agenda do candidato, em suma, no próprio material de campanha, a coisa começa a tomar um rumo preocupante. 

    Como a Justiça Eleitoral é Federal, e isso foi um crime político, é certo que a Polícia Federal vai entrar no caso, com todo seu aparato sofisticado para levantamento do caso.

    E se pegarem os assaltantes ou um deles? 

    Aí vem as confissões. A delação premiada.

    Imaginemos, por hipótese, que um delator diga quem foi o mandante? Ou a Policia Federal, em meia dúzia de rastreagem de celulares, faz o liame em poucas horas. E aí?

    Estará criado o escândalo político do ano em Santiago e tudo pode ter reflexos diretos nos rumos da campanha. 

    Data Venia, tudo pode acontecer. 

    A polícia federal bota a mão num assaltante. 

    Hipótese 1 - É chinelagem, o crime não tem conexão política. O assunto morre.

    Dúvida? O que ladrões comuns queriam com fichário e agenda do candidato? 

    Hipótese 2 -  O assaltante faz deleção premiada e abre tudo. Diz ser mandado por alguém do próprio do PP. Será aberto o PPGATE. 

    Hipótese 3 - O assaltante faz deleção premiada e abre tudo. Diz ser mandado por alguém da oposição. Será aberto a oposiçãogate


    A informação que obtive agora há pouco é que já foi solicitado o ingresso na polícia federal no caso. É claro, é um crime político de competência da justiça federal. Embora o exercício da jurisdição seja exercido por uma juíza estadual, ela está investida de competências e prerrogativas da justiça federal.


    Vamos aguardar os desdobramentos dos próximos capítulos. Pode tudo virar em nada, e pode, também, ser o prelúdio de um grande escândalo. 



    0 0

    NOTA da REDE Sustentabilidade: Um espaço para discutir IDEIAS e não Destruição!
    A REDE reunida com seus integrantes no Município de Santiago, torna público seutotal Repúdio ao fato lamentável ocorrido no diretório de um dos partidos que concorre às eleições para Majoritária e Proporcionais neste pleito de 2016 em Santiago-RS.
    A REDE acredita que é possível refundar a Política, recriar a conexão entre os representantes e seus representados, e principalmente, incluir cada cidadão no processo decisório das ações que influenciam diretamente em seu dia a dia.
    Não existe mais espaço para o jogo de Nós e Eles, Situação e Oposição, Branco ou Preto, Grêmio ou Inter, IDEIAS ultrapassadas e excludentes que enfraquecem e fragmentam todos os envolvidos.
    Hoje compomos uma coligação por acreditar se somos parte de um todo, por acreditar que a renovação é importante para oxigenar as correntes que fazem parte do sistema Público Municipal, por entender que é preciso devolver ao cidadão sua condição principal no processo eleitoral e nos próximos anos de atuação daqueles que serão eleitos!
    A REDE faz alianças baseada em IDEIAS, em Propostas de Soluções e Inovação e não entrará jamais no jogo sujo da Velha Política!
    Lucas Figueira e Lisandra Melo - Porta-vozes da REDE

    0 0

    Foto: NOVA PAUTA/JORNAL EXPRESSO ILUSTRADO
    Surgiu um fato novo e altamente intrigante no que tange o assalto ao diretório do PP. No momento em que adentraram no diretório do PP, o fornecimento  da energia elétrica no local estava desligado e as câmeras de captações de imagens das imediações, por exemplo, do escritório da Advogada Eloí Martins, cuja câmera cobre toda a frente do Diretório do PP,  não puderam filmar nada. 

    É claro que isso é um elemento novo a ser apurado pelas autoridades que investigam o caso. 

    Uma alta fonte policial me revelou que trabalham com 3 hipóteses até o momento, mas esse fato de energia elétrica estar desligada surgiu na tarde de hoje como fato novo para os investigadores, embora não se possa precisar se existe relação do horário da queda de energia com o assalto ou se tudo foi fruto do acaso, sendo que os assaltantes se beneficiaram da queda da luz para adentrar no local. É uma hipótese nova que surge e que deverá ser acrescida no inquérito investigatório.





    0 0


    Isso é para quem acha que Moro e turma querem combater a corrupção (por Malu Aires) -Sul 21

    Lula é o cara chato que cobrava propina da UTC?
    Não. Esse era o Aécio.
    Lula recebia 1/3 da propina de Furnas?
    Não. Esse é o Aécio também.
    O helicóptero com 450 kg de cocaína era do amigo do Lula?
    Não. Era do amigo do Aécio.
    Lula comandava o estado que roubou 1 bilhão do metrô e da CPTM?
    Não. Esses são o Serra e o Alckmin.
    Lula tá envolvido no roubo de 2 bilhões da merenda?
    Não. É o Alckmin também.
    Lula pegou emprestado o jatinho do Youssef?
    Não. Esse era o Álvaro Dias.
    Lula foi o cara que montou o esquema Petrobras com Cerveró, Paulo Roberto Costa e Delcídio?
    Não. Esse era o FHC.
    Lula nomeou o genro diretor da Petrobras?
    Não. Foi o FHC também.
    Lula é o compadre do banqueiro André Esteves?
    Não. Esse era o Aécio, de novo.
    Lula é meio-primo de Gregório Marin Preciado, aquele que levou US$15 milhões na venda de Pasadena?
    Não. Esse é o Serra (aquele que a Lava a Jato apresenta com tarja preta pra imprensa).
    Lula foi descoberto com uma dezena de contas no exterior, ameaçou testemunhas, prejudicou alguma investigação?
    Não. Esse é o Cunha, aliado da oposição.
    Lula ameaçou empresários, exigiu 5 milhões de dólares, só de um deles?
    Não. Esse também é o Cunha, o homem do impeachment da oposição.
    O filho do Lula aparece na revista de milionários Forbes?
    Não. É a filha do Serra…
    Isso é para quem acha que Moro e turma querem combater a corrupção.

    0 0

    Fiquei profundamente orgulho por mais esse importante passo na vida do nosso Estimado Amigo, justo hoje, dia do seu aniversário, ele brinda-nos essa fantástica notícia. Vencedor na vida, foi superando óbices, desafios, perseguições (e quanto perseguição, só eu sei) . Será um grande Mestre e logo logo estará no Doutorado. Parabéns ao João, sucesso a ele e sua família amada e querida. 


    0 0

    Editais de concursos só podem proibir candidatos com tatuagens se elas violarem “valores constitucionais”. De resto, a proibição de tatuagens em candidatos é inconstitucional, conforme definiu o Plenário do Supremo Tribunal Federal nesta quarta-feira (17/8).
    A decisão foi tomada em um recurso extraordinário com repercussão geral reconhecida. Por maioria, o Plenário seguiu o voto do ministro Luiz Fux, relator e fixou a seguinte tese: “Editais de concurso público não podem estabelecer restrição a pessoas com tatuagem, salvo situações excepcionais, em razão de conteúdo que viole valores constitucionais”.
    De acordo com o voto de Fux, a proibição de tatuados em concursos fere o princípio da isonomia e da razoabilidade, ainda que ela esteja descrita em lei específica. No entendimento dele, as proibições de participação em concurso público só podem ser aceitas se estiverem relacionadas com o cargo para o qual o concurso foi aberto.
    Fux afirmou que tatuagens não podem ser confundidas com transgressão.
    Carlos Humberto/SCO/STF
    Fux afirmou ainda que tatuagens não podem ser confundidas com atos de transgressão, porque estão mais relacionadas com arte e com a liberdade de manifestação dos indivíduos. Segundo ele, o Estado “não pode representar o papel de adversário da liberdade de expressão”. “A máxima de que cada um é feliz à sua maneira deve ser preservada pelo Estado.”
    O caso concreto é o de um candidato a vaga de soldado de 2ª classe nas Forças Armadas. Ele foi desclassificado do concurso por ser tatuado, mas conseguiu anular a desclassificação na Justiça.
    As Forças Armadas recorreram, e o Tribunal de Justiça de São Paulo reformou a sentença. Entendeu que a proibição a tatuagens estava prevista no edital de convocação do certame, e o edital é “a lei do concurso”. Portanto, quem se candidatou ao cargo concordou com suas regras, concluiu o TJ.
    O Supremo reformou o acórdão, dando razão ao candidato. Ficou vencido apenas o ministro Marco Aurélio, que não viu inconstitucionalidade na decisão do TJ-SP.
    O especialista em Direito do Servidor Rudi Cassel elogiou a decisão do STF. Para ele, com a definição, o tribunal “demonstra que a Corte não pactua com preconceitos de qualquer espécie”. “Era totalmente descabida essa proibição genérica de ter o corpo tatuado, feita para candidatos a cargos públicos, como policiais, militares e bombeiros usando traje para a prática de esportes (calção, camiseta e tênis).” Com informações da assessoria de imprensa do STF.
    RE 898.450
    Consultor Juridico

    0 0

    Hoje, já se pode ter uma visão do quadro sucessório municipal mais clara em Santiago e logo a seguir farei uma análise mais depurada do processo como um todo. 

    --

    Meu domingo foi bom. Fui almoçar com meu amigo Ruy Gessinger na sede de suas empresas rurais e depois terminei a noite conversando longamente com a amiga Ana Luíza Pinheiro, pecuarista na Bossoroca e em São Luiz Gonzaga. Foi uma boa conversa, muito boa.
    Ana é uma pessoa muito sensata, ponderada, sempre com bons conselhos e, embora seja uma pessoa muito rica, oriunda da nata da aristocracia rural, é de uma singeleza e de uma humildade que chega a impressionar. 

    A semana que começa hoje de forma totalmente singular. As campanhas eleitorais tomam conta das ruas.


    0 0

    Faltam pouquíssimos dias para o término de agosto e as campanhas eleitorais não decolaram, não empolgaram as pessoas. Os poucos carros adesivados, de candidatos e familiares, são sintomas de uma participação popular pífia.

    É certo que o rito dos santinhos, das bandeiras e das moças de coletes pelas ruas, os carros de sons, fazem parte do processo. Entretanto, não se vê a empolgação. A apatia é generalizada. 

    Nas pesquisas internas que fiz, por encomenda, o número de indecisos é altíssimo, mais os brancos e nulos é um  verdadeiros escândalo.

    Pode ser que com o programa eleitoral no rádio, mude um pouco esse quadro apático. 

    Por enquanto, a paixão não fluiu, e mesmo os mais apaixonados, estão em clima de espera e observação. 

    ----

    O ex-vereador Diniz Cogo foi transferido para o Hospital de Santa Maria, onde fez um cateterismo cardíaco.

    Desejamos uma boa recuperação e amigo e desde já peço orações de todos por esse nosso amigo fiel e leal. 



    0 0

    Eu acredito que todos que participaram da última reunião com a juíza e o promotor eleitorais, perceberam bem o quanto os blogs comerciais, com CNPJ, que é o caso do meu, estão atados, gessados nesse processo eleitoral. 

    Foi, inclusive, levantada a tese do então juiz eleitoral Rafael Peixoto de enquadrar todos os blog que vendiam publicidade como blogs de pessoas jurídicas de direto privado. 

    Assim, eu respondo aos questionamentos que tenho recebido. 

    Entretanto, se surgirem fatos novos, do ponto jornalístico, é claro que divulgarei, embora sabendo do rigorismo com que os blogs foram tratados pela legislação eleitoral nesse pleito. 


    0 0

    Eu ainda não ouvi a manifestação do Bueno, PT, na rádio Santiago. Ontem, ouvi a de Guilherme e hoje o amigo Luciano enviou-me, pelo face,  a participação de Tiago.

    São discursos distintos, embora centrados em temáticas afins, a diferença é notória.

    Guilherme deu ênfase a sua experiência na vida pública, destacou o fato de ter sido vereador e secretário de agricultura. Em outras palavras, deu destaque a sua pessoa. Ademais, centrou muito em investimentos, fez uma defesa de aposta na geração de empregos e rendas, reafirmou compromissos de alguns programas que já existem, mas, de uma forma geral, não desceu às particularidades. Diria que foi muito genérico.

    Tiago, ao contrário, não deu ênfase algum a si próprio, apenas nominou a si e Cláudio Cardoso e desceu nos propostas propriamente ditas. Bem diferente da generalidade do discurso de Guilherme, foi mais didático e explicativo, entrou nos pormenores, em vários pormenores. Reafirmou os compromissos de todos os programas já existentes, só não enfatizou, com grau de precisão, para o ouvinte, seu compromisso com a instalação de fábricas locais e de fora e nem tocou no contingente migratório de Santiago para a Serra e região celeira. Nisso, Guilherme deu mais ênfase, citando explicitamente as famílias que deixam Santiago. 

    São duas linhas discursivas bem distintas. Tiago quer manter o que é como está. É um discurso localista, voltado para dentro de si mesmo, e mesmo onde propõem mudanças, são mudanças para dentro, tipo o horário de creches, mais pediatras e mais 3 creches até novos arranjos produtivos locais. 

    Guilherme - afora ter centrado no emprego - propôs um posto de pronto atendimento, defendeu desafogar a emergência e urgência do HCS. Entrou num discurso complicado de triagem, nos ESFs, do paciente envolvendo os agentes de saúde e enfermeiros. É um discurso correto, mas que o povão não entende. O povo que saber é do médico, do remédio e os médicos querem é saber dc um plano de carreira. Nisso, nenhum tocou e ambos deixaram a desejar. Também, nenhum tocou na desburocratização dos ESFs. 

    Tiago deu ênfase, também, a questão da moradia, defendendo reformas e construção de novas unidades habitacionais.

    O curioso, da mesma forma, é que nenhum dos dois falou que têm fechar boa parte dos ESFs, que estão um caos e objeto aberto de críticas da população. 

    Na questão da saúde, Guilherme foi exitoso ao propor um "Prontão" de atendimento com distribuição local de medicamentos. Nisso, Tiago não tocou. Aliás, na área de saúde Tiago foi muitíssimo genérico, embora se saiba que Ana Souto cai no outro dia após sua posse, em caso de eventual vitória. Ao meu ver, ele não quer defender o indefensável. Aliás, especulações é que não faltam dos dois lados. Sendo Tiago, vitorioso, Ruivo será secretário de saúde, Toninho de agricultura (imposição de Cláudio Cardoso) e Felipe Pinto vai para a Procuradoria. 

    É bem difícil cotejar as falas de ambos os lados. Na saúde, Guilherme foi mais específico. Tiago, não foi tão bem assim, embora tenha levado uma vantagem enorme ao bater na questão da falta de pediatra. 

    O meio rural, foi objeto de atenção de ambos. Sabendo ser o forte de Guilherme, Tiago bombardeou de propostas o meio rural.

    Na educação, Tiago foi mais específico, centrando na educação infantil e assumindo abertamente compromissos com mais creches e mudando o horário de atendimento, defendendo ampliação dos horários. 

    Na geração de empregos, Guilherme foi mais detalhista.

    De qualquer forma, são dois discursos se chocam em muitos aspectos e são coincidentes em outros tantos. A diferença que notei, como ouvinte, neutro, é que em alguns pontos Tiago foi mais específico e Guilherme, genérico. O compromisso com o emprego e rendimentos, agregação de valores, tem uma diferença substancial, o discurso de Tiago é mais cauteloso, o de Guilherme é mais ousado, nem poderia ser diferente, um é situação e outro é oposição e - nesse contexto - tudo faz sentido. 

    Foi um monólogo, sem contraponto, sem questionamentos. Cada um disse o que pensa. Só num debate com perguntas, réplicas e tréplicas é que afluirão as diferenças e será possível indicar quem venceu e quem tem as melhores propostas. Assim, fica tudo muito vago. E também a imprensa precisa de entrevistadores cricris que arranquem posições dos candidatos. Do contrário, será um chá de comadres, já não chega a apatia, não teremos empolgação e nem paixão. 

    Quando eu receber o discurso de Bueno, analisarei-o, da mesma forma. 



    0 0
  • 08/23/16--15:14: Article 0


  • 0 0

    Eu sou amigo do casal Ruy Gessinger e Maristela Genro Gessinger. São meus amigos. Adoro-os. Porém, hoje, ao ler a postagem que o Ruy fez sobre sua própria esposa, confesso que fui tomado de emoção. Uma declaração de amor lindíssima, rara, uma aposta na fé e na esperança. 

    É claro que as palavras, às vezes, limitam-nos. Mas Ruy foi de um felicidade, pois conseguiu transcender as palavras e passou uma mensagem única, que une afeto, solidariedade, companheirismo, amizade, amor e carinho. Um homem que se declara admirador de sua própria esposa e que embarca nos sonhos dela, para juntos navegarem em águas turvas, é raro, especialmente no mundo superficial e de banalidade que vivemos. 

    Achei demais essa postagem e por isso mesmo decidi dividir com os leitores do meu blog. Vale a pena ser lida com calma, entender cada palavra em seu contexto, bem como o significado que retrata cada parágrafo. 


    Sinceramente, não é pelo Ruy e nem pela Maristela, mas é pelo que se infere do amor, muito além do amor, sublime amor. 

    Quem ama e sabe o que é o amor, ou quem amou, de verdade e com intensidade, saberá captar a expressão do discurso amoroso de Ruy para com sua amada esposa. 


    Leiam: 

    quarta-feira, 24 de agosto de 2016

    SOBRE A CANDIDATA MARISTELA GENRO GESSINGER



    Permitam-me recordar a todos vocês, queridos leitores, a origem da palavra CANDIDATO:

    É uma palavra que, desgastada pelo uso, traz em si uma verdade que vale a pena recuperar. Vem do latim candidatus, isto é, vestido de branco (candidus). vem de cândido (= sem mancha), porque os candidatos tinham que apresentar uma vida imaculada. Na antigüidade, aquele que disputava um cargo público e precisava angariar votos vestia-se de branco para simbolizar sua pureza.

    Sou admirador de minha mulher há 25 anos e mãe do Rudolf.


    Ela me advertiu , décadas atrás, que se eu não me informatizasse, estaria frito em termos de advocacia.

    Ela foi minha conselheira na épica eleição para Presidente da Ajuris.

    Por causa dela, santiaguense de raiz, comecei a adquirir campos em Unistalda. Surgiu o que hoje é a Pecuária Gessinger, que engloba quatro fazendas adquiridas uma a uma e que hoje são um todo.

    Desde o começo é ela que sempre supervisionou a parte financeira, me advertindo sobre ralos, sobre mudanças de rumo, sobre otimização.

    Também por causa dela ingressamos na área da genética.

    Sua impressionante visão empresarial a fez Presidente da Associação Nacional dos criadores de Ile de france .Quando deixou a direção, havia reformado a sede na Expointer e com dinheiro em caixa. Integrou a Direção da ARCO e outras entidades.

    Maristela é suave, não tem inimigos, ama o campo e sua lida.

    Ofereceu seu nome para administrar o Município de Unistalda, colocando propostas viáveis, mas que exigem tirocínio, conhecimento e arrojo, não bastando mero conhecimento empírico com mentalidade paroquial.

    Dito isso, manifesto até minha alegria de que as críticas que lhe fazem é que não nasceu em Unistalda ( nasceu em Santiago quando Unistalda era um distrito), que vai desmontar  tudo o que é de bom, enfim essas baboseiras de quem só tem maldade no coração.

    Ela é uma vencedora e não tem mácula na sua vida.

    Aconselhei-a a não responder aos canalhas.
    Que só siga no seu jeito simples , educado e carismático.




    0 0
  • 08/24/16--19:21: PAI NOSSO EM ARAMAICO
  • (Está escrita em aramaico, numa pedra branca de mármore, 

    em Jerusalém, Palestina, no Monte das Oliveiras, na forma que era invocada pelo Mestre Jesus.)

    Pai-Mãe, respiração da Vida, 
    Fonte do som, Ação sem palavras, Criador do Cosmos!
    Faça sua Luz brilhar dentro de nós, entre nós e fora de nós 
    Para que possamos torná-la útil.

    Ajude-nos a seguir nosso caminho 
    Respirando apenas o sentimento que emana do Senhor. 
    Nosso EU, no mesmo passo, possa estar com o Seu, 
    para que caminhemos com todas as outras criaturas.


    Que o Seu e o nosso desejo, sejam um só, em toda a Luz, 
    assim como em todas as formas, em toda existência individual, 
    assim como em todas as comunidades. 


    Faça-nos sentir a alma da Terra dentro de nós, 
    pois, assim, sentiremos a Sabedoria que existe em tudo. 
    Não permita que a superficialidade e a 
    aparência das coisas do mundo nos iluda, 
    E nos liberte de tudo aquilo que impede nosso crescimento.


    Não nos deixe ser tomados pelo esquecimento 
    de que o Senhor é o Poder e a Glória do mundo, 
    a Canção que se renova de tempos em tempos 
    e que a tudo embeleza. 
    Possa o Seu amor ser o solo onde crescem nossas ações.

    Que assim seja !!!

    0 0

    A Justiça Eleitoral está com uma sistemática ultra-rápida junto as redes sociais com o objetivo de identificar eventuais fakes que estão agindo nas redes sociais. 

    A sistemática permite não só a identificação do IP de onde foi feito o registro como de onde são feitas as postagens.

    Assim, o anonimato, escondido atrás de pseudônimos, vai se constituir em crime, na medida em que são cometidas injúrias, difamações e calúnias. 


    É claro, a pessoa que age em próprio nome. não escondida atrás do anonimato, não tem nada a ver com essa postagem. O problema é a invasão da fakes em Unistalda, São Francisco de Assis, Jaguari e Capão do Cipó. Essas pessoas correm sérios riscos de enfrentarem problemas com a Justiça. 

older | 1 | .... | 181 | 182 | (Page 183) | 184 | 185 | .... | 247 | newer