Are you the publisher? Claim or contact us about this channel


Embed this content in your HTML

Search

Report adult content:

click to rate:

Account: (login)

More Channels


Showcase


Channel Catalog


Channel Description:

Telefones: 99901.0414 / 98123.5945E-mail: oab.rs.advogadoprates@gmail.comBarão do Ladário 1836 - Santiago -RS

older | 1 | .... | 222 | 223 | (Page 224) | 225 | 226 | .... | 247 | newer

    0 0

    O Deputado Federal mais votado de Santiago é muito singelo em suas explicações para justificar que recebeu 500 mil reais da JBS: " eles estavam distribuindo dinheiro, eu precisava e procurei"

    A naturalidade das declarações chocam as pessoas comuns do povo. 

    "Eles estavam distribuindo dinheiro..." (gaz.com.br).

    Que mundo nós vivemos?

    Tem uns caras lá distribuindo dinheiro. Eu tô precisando. Chego lá e ganho 500 mil reais de amor e graça. 

    Como eu sou gostoso. Lindo e maravilhoso. 

    Deve ser isso. 

    Eu me admiro o povo imbecil que ainda vota num homem assim, que toma todo mundo por bobo, pois esta explicação só serve para idiotas e imbecis. 

    Eu também ouvi falar que os traficantes da Bonatto estão distribuindo dinheiro. Eu tô precisando, tenho que comprar um presente para o aniversário da Nina, então eu vou lá. Depois eu declaro, é tudo legal mesmo. 

    A origem?

    Origem?

    Meu Deus do céu. 

    Alguém doa meio milhão para alguém de amor e graça?

    Alguém sai distribuindo dinheiro sem critérios?

    É por isso que tem gente que acredita em lobisomem, em papai noel e até que coelhos botam ovos. Querem visão mais fantasiosa que esta ... os caras "estavam distribuindo dinheiro" ... aí eu fui lá e ganhei meio milhão ... tudo legal, declarado, não tem nada de errado nisto...

    Acho que nem a Nina, que vai fazer 7 anos, acreditaria nesta história. 

    Mas o pessoal do PP de Santiago acredita? 

    E o Júlio Ruivo, o que tem a dizer? Ele acredita?

    E o Tiago Gorski?

    E meus leitores? Leitores do meu blog? O que vocês acham desta saída maravilhosa do Deputado Heinze? 

    "Estavam distribuindo, eu precisava e procurei". Barbada. Ganhei meio milhão dos caras lá. 

    Que vergonha !!! 









    0 0

    A polícia federal gravou uma conversa do senador Aécio Neves com o senador Zezé Perrella, ambos do PSDB.

    A notícia corre o país e áudio corre pelas redes sociais numa velocidade estonteante. 

    Aécio classifica de "escrota" a entrevista do senador, que manda no Cruzeiro Esporte Clube, de Minas Gerais. O senador se vangloriava de estar limpo e seu nome não constar na lista de Janot.

    Cobrado por Aécio, o senador disse: "Eu não faço nada de errado, só trafico drogas".

    Que país é este? Onde um senador da república acha que traficar drogas não é nada. 

    Que país vamos deixar para nossos filhos?

    Que as gerações que vem após nós vão herdar? 

    Sinceramente, a perplexidade é geral. A gente não sabe mais se chora ou se sorri de nossa desgraça.

    As pessoas brasileiras, o povo, são tudo gente decente. Todos trabalham, vivem com dignidade, pagam suas contas, seus carnezinhos, juntam dinheiro para pagar a luz, o gás... Quanta gente não tem comida em casa, quanta gente passa frio, quantas pessoas estão com suas casas alagadas, quantas pessoas morrem por falta de médicos e remédios. A farmácia popular foi fechada. 

    As pessoas decentes e limpas não podem aceitar mais isto. Pobres do professores, dos brigadianos, da polícia civil, dos trabalhadores da construção civil, dos peões de estância, das pessoas que vivem nas ruas vendendo docinhos, vendendo pastéis, onde está a Dignidade? O que podemos esperar desta gente que nos comanda? Um bando de ladrões!

    Eu não apoio a intervenção militar. Mas entendo o clamor das pessoas pela intervenção dos militares. Pelo menos, entre os militares, existe um forte código de ética, são respeitados por viverem com dignidade e tudo nos quartéis é controlado e fiscalizado. Dos quartéis, para a vida em sociedade, os militares reproduzem este campo de valores éticos e morais. 

    Mas que país é este em que os delatores da JBS, os irmãos Batista, denunciam tudo, assumem a corrupção passiva e saem livremente do país, como se eles não fossem tão corruptos quantos os políticos que eles corromperam?

    Como brasileiro, estou arrasado!!! Dói-me saber de tudo isto. Não que eu seja um ingênuo, mas por ver que não escapa mais ninguém. As pessoas decentes querem distância da política, que virou um mar de lama. 
    Minha filha: legado do pai? A nação

    Eu tenho uma filha, qual será meu legado, enquanto cidadão, para ela? 

    Qual será nosso legado para nossos filhos?

    O dinheiro que entra na minha casa e na minha vida é limpo. Eu tenho vergonha e sei que 99% dos brasileiros são limpos. Eu acredito em nossos juízes, em nossas juízas, no Ministério Público, eu acredito em nossas Instituições, defendo a Polícia, e vou seguir lutando por uma país decente e por dias melhores para o nosso povo.

    Os evangélicos que andam me atacando nas redes: eu tenho pena de vocês, eu sou evangélico - sim - batizado aos 12 anos de idade. O problema das igrejas é que os pastores estão todos (os grandes líderes), com raras exceções, envolvidos com a corrupção e quem não está envolvido com a corrupção, diretamente, está envolvido com líderes políticos que estão no mesmo mar de lama, portanto, o envolvimento é indireto, mas é envolvimento.

    Louvo nossas igrejas pequeninas, locais, mas que ainda não se macularam. A esses me dirijo com afeto e respeito. 

    Oremos, rezemos, é o que nos resta!!!

    Que nossa fé nos mantenha firmes como as rochas de Sião, dias mais nebulosos ainda virão, mas resistir é preciso.


    0 0
  • 05/30/17--23:31: Revelações
  • Chuva tem um limite. Enfrentamos chuva e, agora, frio. Desde domingo não consigo mais falar com minha filhinha. Amanhã, vou pegar o carro e irei até a escola dela para ver o que está acontecendo. Foi o que me sugeriu a assessora do Ministério Público do JIJ de Itaqui. 

    ===


    Nós vamos colocar em rede uma WebTv, um espaço para debates, na www2; desde dezembro eu e o amigo Lucas Figueira estabelecemos as bases deste programa. Hoje, está 90% concluído. Não será um programa voltado para Santiago. Pode ser pretensão nossa, mas será da região central com foco em todo o Estado. 

    ===

    Nossa programação terá um grupo fixo e convidados eventuais. Entra em rede com rádio, mas fica disponível na internet. Nosso foco será religião, universidade, economia, política e variedades. Uma coisa é certa: está tudo muito bem costurado. Mas bem costurado mesmo. 

    ===

    Recebi, hoje, a arte do cartão de agradecimento aos convidados da Nina, cujo aniversário e festinha será domingo próximo, ali no Tchibum Festas e Eventos. É segredo, mas uma grande artista produziu a arte, que ficou lindíssima, complexa e barbaramente singela. 

    ===

    Verdadeiro absurdo. Formaram a comitiva santiaguense para formalizar convites para a FECOARTE (é isso???), não sei bem sobre esta feira que fazem aí, mas não convidaram o vereador Rafael Nemitz. É claro, é uma feira do PP, pelo visto, só do grupo dominante e seus subgrupos. Esta eu não entendi. Que tá tudo dominado, a gente sabe. Mas tem que dar uma disfarçadazinha. Isso é que nem mulher que trai o marido, tem que fingir que é honesta e dar discurso contra as traidoras, é como a mulher de César, não basta ser, tem que parecer. 


    ===

    Meus dias tem sido agradáveis. Incômodo jurídico, mas muito trabalho. Esta tarde assumi os casos do Douglas Froner, recebi o Carioca e dois casos de Unistalda. 

    ===

    Dr. Ruy em Barcelona
    Um forte abraço ao meu querido casal de amigos, Dr. Ruy e Dra. Maristela Gessinger. Hoje estão em Barcelona, e o Ruy com seu hábito de cronista do cotidiano se sai perfeitamente bem, muito bem. É um jornalista que virou desembargador. Estranhamente, são partes de minha vida, os amo com muito intensidade, somos amigos demais. O Ruy é uma pessoa fantástica, estupidamente inteligente, coração bondoso, fraternal, foi uma das grande amizades que tive e continuo tendo nessa minha volta a Santiago. Curtiram Portugal, agora estão na Espanha e de lá seguem para a Alemanha. Que maravilha de vida, doce vida. Um casal digno e merecedor. Gente altamente honrada. Distintos e raros. 

    ===

    Doce vida, mas conselheiro de Tarso Genro, que é candidatíssimo ao Piratini
    O Dr. Ruy sempre me surpreende. A Nina, quando pega meu whatts é um caos. Aí ela grava mensagem para o Dr. Ruy . ... "Ruy, agora no verão vamos pescar...". O Dr. Ruy se presta ... e responde ela educadamente. Acho que isto está fazendo a Nina amadurecer muito. Esse convívio fraterno com os nosso amigos, que a inseriram como parte de nossas famílias, é algo espiritual muito bonito, lindo e forte. 

    ===

    Eu sempre gosto de brincar no facebook. E tenho uma veia sarcástica, por mais que eu me esforce não consigo perdê-la. Mas hoje uma menininha, Fabiane, me cortou o coração. Ela botou um comentário e eu respondi. Mas sequer sei quem é ela. Depois ela foi no box e me pediu desculpas caso tivesse me magoado. Aí fluiu meu outro lado: chorei com ela. Eu vejo a Nina nessas guriazinhas, nem que eu não queira. Aí falei em amizade, carinho, fraternidade e elogiei ela estar participando, o que era importantíssimo, e que não importa as posições dela e suas crenças, o que importa é a participação ... a opinião ... e é o que eu penso realmente. Eu bj no coração da Fabiane. 

    ===

    Mas não sei quem foi o ou a (idiota) que me botou num grupo de namoro evangélico. Então, entra tudo no meu face. Pelo amor de Deus, eu me apavoro com as vestes, poses, boquinhas ... não entendo porque uma mulher não pode tirar uma foto decente, sem focar os peitos ou a bunda, ou as coxas. Nem esses biquinhos sensuais, tomara que me comam. Acho que a mulher precisa ter mais recato, ainda mais evangélicas. Eu defendo que a doutrina precisa ser valorizada. E começo com a educação de minha filha. Ela tem 6 anos, mas já me entende quando eu falo em educação, boas maneiras, cumprimentar as pessoas, andar bem vestida ... a roupa pode ser simples, mas não pode ser escandalosa. A sociedade não é uma boate onde tudo é cassação. 

    ===

    Eu fiz amizade com uma jovem senhora, esposa de um promotor de justiça norte-americano, mas, brasileira, e que me procurou pelo lado da família SOARES. Noite dessas, eu tava de conversa com uma amiga, artista plástica, e dê-lhe papo no escuro. Nisso, eu sugiro a ela uma tela à Picasso, com Brasília pegando fogo, como o Mestre fez com a guerra civil espanhola. E não é que gravo a mensagem errada, mandei para minha parente lá nos EEUU.  

    ===

    Depois que vi o erro, não sei o que ela pensou. Mas minha amiga me disse que queria pintar bolhas de sabão em pó num arco ires ... (quando reenviei a sugestão para a pessoa correta). 

    ===

    Já um outra amiga,  também da madrugada, contei a ela que tinha um filho. Ela ficou escandalizada e disse que agora eu não vou mais poder falar do pai dela. Foi a vingança. (Depois eu falo disso).

    ===

    Soube que o prefeito Ribeiro anda doente, pegou atestado. O vice assumiu a promoveu um furacão, tira daqui, bota dali.  Agora, tá uma coisa. Ficou um clima. Mas oremos pela recuperação do prefeito. 

    ===

    Engraçado, houve uma blitz na tarde de ontem, mas o silêncio é sepulcral em Santiago. Muito estranho. 

    ===

    Eu tinha uns mil amigos no facebook. Nos últimos dias recebi muitos convites e quando vi passaram de dois mil. Mas eu tenho um critério. Se é homem, eu aceito na hora. Se é mulher, com esposo e filhos, também aceito na hora. Quando eu vejo que é fake, descarto na hora. Mulheres solteiras, penso, penso, penso e não aceito. Geralmente, dá merda. 

    ===


    Eu não tenho dúvidas que Tarso é o candidato do PT ao Piratini. Embora tenham metido o Rosseto nas pesquisas fajutas, o candidato é Tarso e vai ser quase impossível impedirem sua volta. Está consagradíssimo até no meio de quem não é PT. 

    Tarso e o Ruy Gessinger nunca estiveram tão afinados. O problema vai ser aguentar a Iara. Não sei como os petistas locais foram tão burros. A Iara é uma boa pessoa, mas como política é totalmente sectária e desagregadora. E o grupinho ao redor dela, segue a mesma cartilha. Vai chegar a hora que Ruy Gessinger vai ter que contar a verdade sobre quem abriu guerra contra ele quando se dispôs, anos atrás, concorrer a prefeito de Santiago. 

    ===

    Acho que vou mudar o nome do meu blog, adotar o nome originário: Para incomodar as elites e todos que se acham. De todos os processo que respondi, o mais longo, foi movido pelo promotor Jair Franz, com um juiz e um delegado de testemunhas contra mim. Foram 6 anos respondendo a um processo-crime. 

    ===

    O que eu tenho de assuntos para levantar ... só que esta semana estou de coração doce. Hoje tenho que sair comprar um par de botas que a Nina me pediu ... de aniversário.

    ===

    Quem quiser ligar para Nina no dia do aniversário dela é 99680.7407 e quem quiser mandar um presente rsrsrsrsrsrsrs é ali no TCHIBUM, na Bento, na mesma quadra do mercado Bazzana, na esquina. Ela adora bonecas, veste nº 10 ou 12 e calça sapato 31. 

    ===

    Vai ter oração e show gospel. 

    ===

    É festa de criança, mas meus amigos vão atá lá. Nem poderia ser diferente. Vamos conversar, acertar os ponteiros e bater papo in off.  Somos uma grande família de amigos e vivemos em harmonia e fraternidade. E entre as mulheres mais elegantes de Santiago vai rolar o making off. 



    ===

    Bom frio para todos. 











    0 0

    O blog está de posse de uma entrevista do Deputado Luiz Carlos Heinze, concedida na Rádio Cultura de São Borja, e transcrita para os anais do Poder Legislativo Municipal de São Borja. 

    Trata-se do requerimento 15-253 onde"a câmara de vereadores de São Borja encaminha cópia da gravação de uma entrevista ... onde o parlamentar afirma "que já sabia da prática de corrupção em seu partido".

    Por ser documento público e altamente escandaloso, fato que contradiz as versões atuais, após o vazamento da JBS, o blog estará divulgando logo mais, na íntegra, todo o documento. 

    Estamos apenas dando uma limpada, clareada, em alguns trechos do documento para permitir a melhor visualização e leitura do mesmo. 

    O documento, até então em poder do blog, foi enviado ao juiz Sérgio Moro e ao Ministro Faccin, do STF.

    Logo mais a noite, todos conhecerão a íntegra da entrevista mais escandalosa de todos os tempos e que têm chocado as pessoas que já leram-na, em poder deste advogado. 

    0 0




    ENTREVISTA BOMBA ONDE HEINZE DIZ QUE SABIA DO ESQUEMA DE CORRUPÇÃO














    0 0



    Caro jornalista e advogado:

    Foi com estranheza que li seus comentários a respeito de uma entrevista que concedi ao jornal Gazeta, de Santa Cruz. A forma como aborda esse assunto em seu blog induz o leitor a acreditar que me beneficiei de propinas da empresa JBS - acredito que não era essa a sua intenção. Quando Vossa Senhoria usa minhas palavras “estavam distribuindo dinheiro”, atrelado a JBS no mesmo título, dá a entender que pedi dinheiro aos empresários, quando na verdade, e a matéria deixa isso muito claro, me dirigi ao presidente nacional do meu partido - o PP.  

    Não é de hoje que tentam envolver meu nome em escândalos de corrupção. Primeiro foi o doleiro Alberto Youssef que, em delação premiada, afirmou que NÃO TINHA CERTEZA sobre meu envolvimento, QUE ACHAVA, que eu recebia - veja o vídeo no link abaixo. Mesmo assim, estamparam minha foto em todos os veículos de comunicação, como se eu fosse um quadrilheiro, um corrupto, um bandido. Atingiram minha honra, de minha família, os meus amigos e eleitores. Exatamente hoje, dia 31 de março de 2017, completam 1.183 dias – minha contagem é diária, diante de tamanha injustiça - desse triste fato e não há um dia que eu não cobre a conclusão dessas investigações. Autorizei espontaneamente a quebra de todos meus sigilos. A Receita Federal vasculhou minha vida e nada encontrou de irregular. Meu nome será retirado desse processo, bem em breve. 

    Agora, infelizmente, por meio de uma postagem equivocada em seu blog, pessoas menos atentas que não leram a matéria na íntegra, tentam me envolver nas propinas da JBS. Em nenhum momento meu nome foi citado nas delações dos diretores daquela empresa. No Rio Grande do Sul, como de seu conhecimento, cinco pessoas teriam recebido dinheiro ilegal e eu não estou entre elas. Essa notícia foi amplamente divulgada pela imprensa e nenhum dos veículos de comunicação do Brasil citou meu nome e tampouco citará. 

    A verdade é que, pela legislação eleitoral vigente em 2014, eram permitidas doações de empresas aos partidos e o PP, que tem notória e histórica atuação na defesa do agronegócio nacional, recebeu doações de diversas empresas do setor, inclusive da JBS.

    Ao realizar doações para os candidatos do partido, a Direção Nacional do PP, a seu critério, utilizou recursos originários do Fundo Partidário e recebidos por doadores diversos. Os candidatos não possuíam nenhum controle sobre esses critérios, que eram legítimos e legais.

    Eu não tenho envolvimento algum com a JBS tampouco com a Odebrecht. Não recebi qualquer centavo de forma irregular muito menos diretamente do grupo dos irmãos Batista. Em relação aos R$ 500 mil citados na matéria, a doação foi feita pela DIREÇÃO NACIONAL DO PARTIDO PROGRESSISTA - PP. Durante uma campanha política é comum os partidos contribuírem com os seus candidatos e até então, como não confiar na minha agremiação partidária? 

    Reforço que eu não pedi dinheiro a JBS e não recebi nada deles. O doador do recurso foi o PP, conforme os recibos eleitorais 011440600000RS000153 no valor de R$ 200.000,00, 011440600000RS000149 de R$ 100.000,00 e o 011440600000RS000100 no total de R$ 200.000,00, todos emitidos para o Partido Progressista e declarados à Justiça Eleitoral, ainda em 2014, e de livre acesso público no site do Tribunal Superior Eleitoral. 

    Além disso, em 513 deputados, fui um dos 174 que assinou o pedido de CPI Mista da JBS. Defendo a investigação dos empréstimos bilionários concedidos ao grupo e, comprovada a fraude, que cada centavo seja devolvido aos cofres públicos, inclusive o dinheiro que foi doado aos partidos. 

    Sobre a entrevista que concedi a Rádio Cultura de São Borja, no dia 9 de março de 2015, na qual eu afirmo que sabia de alguns fatos de corrupção na Petrobras, reafirmo aqui a veracidade disso, tanto que, ainda em 2014, apresentei na Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, muito antes da Lava Jato se tornar pública, o requerimento 535/14, em que formalizei denúncia de corrupção na estatal. Esse meu documento gerou no Tribunal de Contas da União - TCU - o processo 006.049/2014-1. O requerimento e o processo estão disponíveis para consulta pública nos sites da Câmara e do TCU. 

    A respeito da acusação da Câmara de Vereadores de São Borja - motivo da entrevista e, acredito, que por total falta de conhecimento da minha atividade legislativa - datada ainda de 2015, amplamente divulgada em vários veículos de comunicação naquela época e hoje citada em seu blog ha mais de dois anos depois do fato, encaminho, anexo, Notícia Fato do Ministério Público Federal em que determina o arquivamento do processo.  

    Portanto, caro Júlio, a dor da acusação falsa dilacera, rasga a alma de qualquer ser humano, mas, ao mesmo tempo, é ínfima perto do desejo de restabelecer a verdade. Tenho certeza que você, assim como eu, não compactua com injustiças, com a corrupção, com inverdades e que fará a devida correção nas suas postagens. 

    Um grande abraço e estou sempre à disposição para qualquer esclarecimento. 


    Anexo Notícia Fato do MPF 

    Link para o vídeo do depoimento de Alberto Youssef - https://www.youtube.com/watch?v=dOauOU2uCwM


    Luis Carlos Heinze
    Deputado Federal - PP-RS

    0 0
  • 05/31/17--19:15: Decisão Judicial
  • Eu sou um advogado e vivemos num Estado democrático de Direito. O Tiago, prefeito de Santiago, por intermédio do escritório do Dr. Dionísio e Dr. Isaque, entraram com um pedido judicial para eu retirar algumas postagens e vídeos. O pedido, deferido em parte pelo juízo "a quo", determina,  que eu faça a retirada das matérias e vídeos. 

    Acato a decisão judicial, pois aceito as regras democráticas, mas vou contestar, pois meu entendimento é divergente.



    0 0

    Estranho, estranho mesmo, pois sempre estivemos juntos na defesa da liberdade de expressão e da livre manifestação. 

    O senhor emite juízos precipitados, pois nada foi julgado no mérito, apenas uma decisão liminar, nos obriga a retirar matérias. Quantas vezes houve isto conosco? Até uma condenação no juízo "a quo" por causa de uma palavra contra o prefeito Vulmar. E quantas vezes bradamos juntos contra isso?

    Uma decisão liminar é apenas uma decisão liminar. Eu nunca saio da condição de oprimido para opressor, bajulando práticas que antes condenei.

    Quando o então prefeito Vulmar agia contra nós como  o Tiago, agiu contra mim, aí o Vulmar era inimigo da liberdade de imprensa? 

    Você sabe o que é exceção da verdade?

    Quantas vezes eu provei a exceção de verdade em Santiago? Está esquecido?

    O Ronaldo Shizzi não mente e eu mesmo vi os comentários. Eu vi o facebook dele. Agora, com calma, em juízo, ele provará a verdade. Ele não inventou, não caluniou, os diálogos todos, reafirmo, eu os vi e ouvi. 

    O que eu estranho é o senhor, que foi vítima, várias vezes, das mesmas práticas que hoje defende. 

    Eu, recentemente, escrevi em defesa do Reynaldo Azevedo, uma pessoa que eu discordo em tudo dele, mas em defesa dos Princípios democráticos, vi-me na contingência de dar razão a ele, pois os Princípios estão acima das pessoas. É o meu caso, é o seu caso, é o caso do Tiago, é o caso do Shizzi, a maior vítima nisto tudo. 

    Eu cumpro a liminar pois aceito as regras do Estado democrático e de Direito. E, ademais, sou um Advogado. Seria um péssimo exemplo se não cumprisse as determinações de um poder constituído da República. Submeto-me ao Estado de Direito, a Constituição e a Democracia. Deriva-se daí meu respeito a decisão da Juíza Ana Paula Nickel dos Santos. 


    Agora, isso não quer dizer nem de longe que eu mude minha postura contra este prefeito. Jamais, ele maculou a era Chicão, enterrou o PP e pode calar um setor da imprensa, mas a mim ele não cala. Eu não vou mudar minha linha crítica e de oposição. Ele que entre com cem processos, ele está repetindo os mesmos erros de era Vulmar, aliás, sendo bem pior, pois o Vulmar atuava com os deles. 

    Eu não tenho medo da verdade! E nem do contraditório!

    O Heinze me pediu direito de resposta, democraticamente, concedi e houve um belo debate. Um debate que eu reputo como qualificado. As pessoas formam seus juízos. É assim que funciona na democracia. Imagino até que ele se saiu melhor que eu. Mas, enfim, este é o campo das ideias. 

    Quando se extrapola, para aquilo que julgamos injúria, difamação ou calúnia, é licito se recorrer ao poder judiciário. Assim como é lícito, arguir à exceção da verdade, que é o que vai ser feito de minha parte. Eu sequer fui ouvido, sequer me manifestei nos autos. Agora vai começar o debate processual e pode ter certeza que eu trarei grandes surpresas.

    Lamento, honestamente, sua posição. E lamento em nome dos Princípios. Foi-me muito doído escrever em defesa de Reynaldo de Azevedo. Talvez foi a minha maior dor recente. Mas o fiz, ciente de que os Princípios que defendemos estava acima dele e da ideologia que ele defende.


    Eu não saio da condição de oprimido para opressor. 

    Esta postagem que eu faço hoje vai repercutir na eleição de 2020. Não por Tiago tentar calar a imprensa, é que as pessoas se enganaram com ele, ele não é nada perto do que o Chicão era. O governo dele é um caos, um desastre, marcado por autoritarismos, arrogância e com vocação ditatorial. 

    Agora, daqui para frente ele vai conhecer oposição. 

    Eu não saio da condição de oprimido para opressor.

    Por fim, adorei a decisão da Excelentíssima Senhora Doutora Juíza num aspecto, essa foi demais. Foi sábia, convenhamos. Existe notícia de crime eleitoral, para o Ministério Público Eleitoral. Perfeita. 











    0 0

    Hoje, entrei com um pedido constitucional de informações, o primeiro de uma série que vou fazer, e fui surpreendido com dois óbices. 

    É claro, ressalto a elegância do Dr. Éldrio Machado, que intercedeu após minha reclamação.

    Mas a OAB precisa ser posicionar, pois petições de Advogados ensejam que estes se identifiquem com o CPF, como se a carteira da OAB não valesse nada. 

    Se um Advogado tem capacidade postulatória para ingressar em qualquer nível do Poder Judiciário, bastando sua inscrição na Ordem, na Prefeitura de Santiago isto não vale, o Advogado precisa ser identificado pelo CPF. 

    Estou oficiando a OAB-RS nesse sentido.

    Por outro lado, a Administração Municipal de Santiago instituiu uma taxa de cobrança para as certidões solicitadas, ferindo o artigo 5º, XXXIV, da Constituição Federal que é muito claro:


    XXXIV - são a todos assegurados, independentemente do pagamento de taxas: a) o direito de petição aos Poderes Públicos em defesa de direito ou contra ilegalidade ou abuso de poder; b) a obtenção de certidões em repartições públicas, para a defesa de direitos e esclarecimento de situações de interesse “pessoal”.

    Por outro lado, a Lei 9.051/95 dispõe sobre e emissão de certidões para a defesa de direitos e esclarecimentos. Esta lei, clique aqui para lê-la, também não dispõe e nem autoriza cobrança. 

    Contudo, a rigor, a Lei 12.525/11 veio regular o direito de acesso a informações previsto no inciso XXXIII do artigo 5º, no inciso II do § 3º do artigo 37, e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal; altera a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei nº 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991. Por esta lei 12.527, a informação é gratuita, embora um artigo excetue o direito de cobrar o xerox. Se as empresas cobram - genericamente - R$ 0.10 o valor da folha xerocada, a Administração Municipal está errada em cobrar um valor fixo pela informação. 

    Creio que o Ministério Público deve ser invocado e intervir em nome dos interesses difusos da sociedade, Artigo 129, III, da CRFB/88, pois se a Constituição veda a cobrança de taxas (até acho que caberia um debate sobre o artigo 77 do CTN, pois tenho dúvidas se a cobrança de um xerox para cumprir um preceito constitucional seja realmente taxa, na acepção jurídica do CTN). 

    Em qualquer hipótese, o texto constitucional é claro e aduz que as informações sejam gratuitas. 

    Entendo, com nítida perfeição, que este artigo 12 da Lei 12.527/11 pode - sim - ser objeto de uma ADI junto ao STF (CRFB, 102, I, a) pois viola - explicitamente - o texto constitucional na medida em que permite a cobrança de despesas com cópias. Isso é claramente um entrave à cidadania, ainda mais quando as administrações municipais estipulam, por conta, taxas pelas prestação de exercício de um direito constitucional. É claro não foi este o espírito jurígeno do constituinte originário, razão pela qual é inconstitucional o referido artigo. 

    Por fim, ao sair do prédio encontrei o vice-prefeito Cláudio Cardoso; alegre, sorridente, deu-me um forte abraço, ele é democrata e não mistura as questões de imprensa e poder, sabe preservar o fator humano e faz uma política elegante, aliás, como elegante foi o secretário Éldrio Machado em face de minha reclamação. 

    Realmente, eu creio que a política passa e ficam as relações, nossos filhos, e o campo político precisa ser dissociado do aspecto ideológico. Eu tenho uma quantidade de amigos que são Bolsonaro, mas existe respeito mútuo aos entendimentos diferentes. É claro, ninguém precisa sair trocando beijinhos, mas as relações republicanas precisam ser mantidas. 

    Esqueci-me de perguntar ao Cláudio Cardoso quem são os nomes do PP em caso de nova eleição. É claro esta hipótese se torna factível a cada momento e o staff já deve estar pensando em eventuais nomes. Piru não pode, está no exercício de mandato. 



    Estamos todos no aguardo da Manifestação Ministerial para entregrarmos nossas provas, e, em juízo, editarmos o contraditório. Posto isto, os desdobramentos da manifestação ministerial darão uma nova linha política, sendo tudo imprevisível.






















    0 0

    CC ao representante legal da OAB-RS Dr. Paulo Rosado
    --------


    Excelentíssimo Senhor Doutor Presidente

    OAB-RS



    Dirijo-me a Vossa Excelência, como nosso representante maior, para ver equacionado este impasse local  ou que a OAB-RS tome uma providência em face da Poder Executivo Municipal de Santiago, na pessoa do Prefeito Tiago Lacerda.


    No protocolo da Prefeitura, não aceitam a Carteira da OAB e ao advogado protocolar algum pedido de informações, com fulcro no artigo 5ª, XXXIII, da CRFB, cc com o Lei 12.527/11, o advogado é humilhado e obrigado a fornecer cópia xerograda do seu CPF.


    Ora, um advogado com capacidade postulatória própria pode litigar em qualquer tribunal do país, inclusive no STF e no STJ, mas na prefeitura de Santiago este direito constitucional não é respeitado.


    Em face disse, escrevi uma longa matéria em meu blog www.julioprates.blogpot.com.br


    Hoje, entrei com um pedido constitucional de informações, o primeiro de uma série que vou fazer, e fui surpreendido com dois óbices.

    É claro, ressalto a elegância do Dr. Éldrio Machado, que intercedeu após minha reclamação.

    Mas a OAB precisa ser posicionar, pois petições de Advogados ensejam que estes se identifiquem com o CPF, como se a carteira da OAB não valesse nada.

    Se um Advogado tem capacidade postulatória para ingressar em qualquer nível do Poder Judiciário, bastando sua inscrição na Ordem, na Prefeitura de Santiago isto não vale, o Advogado precisa ser identificado pelo CPF.

    Estou oficiando a OAB-RS nesse sentido.

    Por outro lado, a Administração Municipal de Santiago instituiu uma taxa de cobrança para as certidões solicitadas, ferindo o artigo 5º, XXXIV, da Constituição Federal que é muito claro:

    XXXIV - são a todos assegurados, independentemente do pagamento de taxas: a) o direito de petição aos Poderes Públicos em defesa de direito ou contra ilegalidade ou abuso de poder; b) a obtenção de certidões em repartições públicas, para a defesa de direitos e esclarecimento de situações de interesse “pessoal”.


    Por outro lado, a Lei 9.051/95 dispõe sobre e emissão de certidões para a defesa de direitos e esclarecimentos. Esta lei, clique aqui para lê-la, também não dispõe e nem autoriza cobrança.

    Contudo, a rigor, a Lei 12.525/11 veio regular o direito de acesso a informações previsto no inciso XXXIII do artigo 5º, no inciso II do § 3º do artigo 37, e no § 2º do art. 216 da Constituição Federal; altera a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990; revoga a Lei nº 11.111, de 5 de maio de 2005, e dispositivos da Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991. Por esta lei 12.527, a informação é gratuita, embora um artigo excetue o direito de cobrar o xerox. Se as empresas cobram - genericamente - R$ 0.10 o valor da folha xerocada, a Administração Municipal está errada em cobrar um valor fixo pela informação. 



          

    Creio que o Ministério Público deve ser invocado e intervir em nome dos interesses difusos da sociedade, Artigo 129, III, da CRFB/88, pois se a Constituição veda a cobrança de taxas (até acho que caberia um debate sobre o artigo 77 do CTN, pois tenho dúvidas se a cobrança de um xerox para cumprir um preceito constitucional seja realmente taxa, na acepção jurídica do CTN). 



    Em qualquer hipótese, o texto constitucional é claro e aduz que as informações sejam gratuitas. 



    Entendo, com nítida perfeição, que este artigo 12 da Lei 12.527/11 pode - sim - ser objeto de uma ADI junto ao STF (CRFB, 102, I, a) pois viola - explicitamente - o texto constitucional na medida em que permite a cobrança de despesas com cópias. Isso é claramente um entrave à cidadania, ainda mais quando as administrações municipais estipulam, por conta, taxas pela prestação de exercício de um direito constitucional. É claro não foi este o espírito jurígeno do constituinte originário, razão pela qual é inconstitucional o referido artigo. 



    Assim, Senhor Doutor Presidente, dirijo-me a Vossa Excelência, formulando três pedidos:



    DOS PEDIDOS


    1 – Que a OAB-RS contate imediatamente o Prefeito Tiago Gorski e que sejam aceitas petições assinadas por advogados com sua respetiva inscrição da OAB, sem necessidade de outras apresentações documentais, pois a inscrição na OAB, com valiosas prerrogativas constitucionais e legais é solenemente ignorada.


    2 – Que a OAB – via Ministério Público – peça a suspensão da cobrança de taxas específica a emissão de certidões e restrinja-se ao valor do xerox da certidão emitida.


    3 – Que tal proposta seja encaminhada ao Conselho Federal da OAB que detém competência para propor uma ADI no STF alegando a inconstitucionalidade do artigo 12 da Lei 12.527/11, pois tal prática restringe o aceso da cidadania à informação pública e viola o direito à transparência.



    Certo de poder contar com sua representatividade, que meu pleito seja levado ao conhecido da OAB Nacional.


    T.E.P.E.D



    Santiago, 1º de junho de 2017.



    Advogado Júlio César de Lima Prates,

    OAB-RS 87.557




    0 0

    Dia 04 de junho de 2010 nasci Nina. Sete anos se passaram. Domingo, dia 04 de junho, vamos comemorar seus 7 anos 

    O final de semana que a aproxima trás embutido em si mesmo múltiplas manifestações de carinho, de afeto e afeição. Afora ser meu final de semana com minha filhinha, é também o final de semana que Nina completa 7 anos. 



    Domingo, dia 04, ela completa 7 anos e vamos reunir alguns amiguinhos dela e amiguinhas ali Tchibum Festas e Eventos (na Bento Gonçalvez, uma quadra depois do Bazzana) para uma festinha e um momento solene com amigos, amigas e familiares. 

    É a simbologia da data, um momento para reflexão sobre a vida, sobre a importância das amizades e do carinho que desfrutamos de algumas famílias e amigos na comunidade onde vivemos.

    Logo mais pego minha filhinha ali em MAÇAMABARÁ e ela fica em nosso meio todo o final de semana. Será um doce momento, momentos raros, para curtir a alegria da companhia dela e também dos nossos amigos e amigas mais próximos. 

    Quem quiser liga para a Nina no domingo, o telefone é 99680.7407, sei que ela ficará feliz. E a partir das 16 horas estaremos todos no Tchibum. É um encontro modesto, com os amiguinhos e amiguinhas dela, e nosso pequeno grupo familiar e alguns amigos, mesmo adultos, mas que me disseram que vão até lá levar seu abraço a Nina. 

    Nina é uma guerreirinha, forjada na contradição, amargou a separação do que ela mais amava, os pais e a família, mas vem resistindo com bravura e tirando lições para a vida, apesar de precoce. Com seu sorriso doce, amabilidade e afeto, não deixa transparecer as mágoas, interioriza as derrotas, engole as amarguras e está sempre pronta para brincar, sorrir e levar a vida adiante. 

    É uma criança diferenciada. Aos 5 anos de idade, enfrentou a presença de juízes, foi tirada da escola da URI, separada de sua turminha e jogada de todas as formas possíveis e imagináveis contra o pai, um tentativa de anular sua identidade paterna.
    Nina

    Felizmente, nossos alicerces de amor, a moral e a ética cristã-judaica, resistiram as investidas e hoje a situação está estabilizada. Ela amadureceu precocemente, aprendeu a se defender  sozinha e sabe, sobretudo, que tem um pai que a ama e que meu amor por ela é eterno e incondicional. Da mesma forma, ela sabe que eu não desisto, resisto e insisto, mesmo que tenha trilhado o caminho da dor, da solidão, da amargura e todas as adversidades possíveis e imagináveis, nunca desisti dela e não deixei o amor paterno morrer e nem enfraquecer. 

    Houve momentos solitários nestes 3 anos de amargura que marcaram nossas separação, Mas também houve fé, orações, crença e confiança inabalável em Deus. 

    Por tudo, este final de semana, este domingo e a festinha dela com nossos amigos, se reveste de uma simbologia todas especial. 

    Deus deu-me um combate brutal. Mas também tenho ciência que ele só me deu este combate porque Ele me conhece e sabe que eu sei resistir as investidas do inimigo. Deus dá as maiores batalhas aos seus melhores soldados. 

    Assim é tudo na vida. Todos nós temos momentos de dor e momentos de alegrias. 

    Domingo será um dia muito especial. 

    Mesmo quem não é criança, mas quem é amigo nosso e que quiser dar um abraço na Nina, mesmo sabendo ser uma festa infantil, que vá até o Tchibum e reafirme nossos vínculos de afeto e amizade, carinho e amor. 


    0 0

    Prezado Dr. Júlio Cesar de Lima Prates,

    Acusamos o recebimento do presente documento, o qual será levado ao conhecimento do Presidente da OAB/RS. Informamos ainda que, antecipadamente, encaminhamos o assunto à Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas da Seccional,  para exame e providências cabíveis.

    Com votos de apreço, desejamos-lhe uma boa tarde.

    Atenciosamente,

    Gabinete da Presidência
    Rua Washington Luiz, 1110 - 13º andar
    90010-460  Porto Alegre/RS
    cid:image001.png@01CB870C.5CE12F50


    0 0

    Esta capa da Revista Exame, da Editora Abril, é a verdadeira glamourização do crime.

    O país está perplexo. 

    Os irmãos Batistas fizeram um acordo porco, com um bando de idiotas. Eles meteram a mão em recursos públicos do BNDES, corromperam estes políticos sem honra e sem ética, saíram do Brasil debochando da nossa cara e ainda sob o beneplácito olhar de uma justiça imbecil.

    Eles são corruptores ativos, qualquer debilóide entende isso.

    Será que ninguém percebe isto. 

    Que vergonha esta capa da EXAME, que vergonha para as pessoas honradas do nosso país. 

    Afinal, um ministro da justiça que declara, como declarou hoje, que não interessa a origem do dinheiro (sujo) das doações, precisava ser imediatamente preso por incitamento ao crime a apologia a tudo que não presta. 

    A PGR e seus procuradores ficaram cegos?

    E o poder judiciário, vai fechar os olhos a este absurdo?

    Os irmãos Batistas precisam ser presos e pagarem pelos seus crimes, é isso que a cidadania decente do país exige. 

    E a demissão do ministro da justiça que sustenta que não importa a origem do dinheiro, impõe-se, sob pena de afundarmos ainda mais na charneca. Ora, se não importa a origem do dinheiro, o tráfico, o dinheiro público de propinas, o dinheiro do crime ... está tudo liberado. 

    Mas que país é este?

    Urge que se derrube esta camarilha toda e que estes patifes ardam na cadeia a humilhação ao povo brasileiro. 

    É o mínimo. 

    0 0

    Hoje cedo, apanhei minha filhinha em Maçambará, onde passa o seu aniversário de 7 anos, amanhã, com companhia dos nossos familiares e amigos. 

    Nina está vibrante. A viagem, uma festa, agarrada nos meus braços, sorrindo o tempo todo. 

    Chegamos em Santiago, trocamos de carro, e fomos para a casa de minha irmã, a pedido dela, para escolher a roupa da festa. 

    Eu já lhe dei o presente que me pediu: uma bota Bibbi, da Beltrão Calçados, a melhor loja de calçados de Santiago. Foi escolhida a dedo e ela vibrou com o presente do papito.

    Minha irmã, Loreti e meu cunhado, também já adiantaram-lhe os presentes: ganhou um roupeiro da FROZEN e um lindo par de tênis, de couro, a Nina vibrou.

    O Dr. Ruy Gessinger mandou-lhe felicitações via whattsapp, da Alemanha ... ela adora o Ruy e a Maristela, são parceirões. 

    Na verdade, tenho 58 mensagens pendentes no app. Com calma, vou lê-las e responder a cada uma. Nina almoça do Batista e de lá sai para o curso de violão com a professora Darla Medeiros. O corre-corre é intenso. 

    Mal entendo minha filhinha. Ela quer que depois da aula eu faça um pique-nique com ela na barragem. Como dizer não?

    É simples, sei que ela quer reviver os tempos que morávamos juntos e fazíamos pique-nique. Na verdade, um pano de prato, um suco, um sanduíche e o prazer do sonho de viver ao lado do pai, um amor amor eterno e incondicional. 

    Estamos todos muito felizes. Minha vida muda totalmente minha vida, trás alegria, felicidade e contagia a tudo e a todos com sua alegria e amor. 

    Desejo uma boa tarde a todos. Muita paz, harmonia e descanso nos lares, com amor e serenidade para curtir a plasticidade do sol e seus raios.

    Bom sábado para todos.

    0 0



    0 0
  • 06/03/17--20:27: Felicidades, Nina
  • Hoje, 04 de junho de 2017, Nina, minha filhinha completa 07 anos de vida.

    Lembro-me como se fosse hoje. 4 de junho de 2010, um frio imenso, e Nina veio ao mundo. 

    O gentil e amável médico Décio Costa pegou-a em seus braços e levou-a até onde eu estava sentado. Notei aquela cabeleira enorme e balbuciei: Nina.

    Ela, certamente, reconheceu minha voz. Olhou-me firme que até o médico impressionou-se. 

    Nina sempre viveu ao meu lado. Noites e noites, em seus primeiros meses. Era minha companheirinha da madrugada. Veio um ano, dois, três e sempre vivemos uma felicidade quase absoluta. 

    Muitas vezes, eu próprio me questionava, diante de Deus, de onde se derivava tanta felicidade em minha vida. Tinha consciência que eu era feliz, sabia que a Nina era feliz, vivíamos quase um sonho, tudo era festa, harmonia, paz, tranquilidade, sossego ... não nos faltava nada, havia fartura, bençãos, prosperidade e nossa família era um reino de paz e amor. 

    Com quatro anos e dois meses, quando ela estudava na Escola da URI, já tendo cursado dois anos, houve um hetacombe em nossa família. 

    Lembro-me apenas das lágrimas de Nina e suas perguntas sem respostas. 

    Nosso lar foi desfeito, ela passou a viver longe de mim, e nosso relacionamento passou a ser com dias marcados. A partir daí matei meu sorriso, tentei lutar contra a destruição, mas a força do inimigo foi bem maior. 

    Para não deixar morrer o amor e nem deixar o vínculo paterno se perder no vácuo de acusações, travei uma luta silenciosa e solitária, apenas pensando na minha filhinha e no destino dela.

    Hoje, quando ela completa sete anos, embora conviva com a dor da falta e acorde todos os dias pensando nela, sei que a maturidade e a consciência tomaram proporções inacreditáveis para um ser com sete anos. Fiz-me pai nos momentos mais difíceis e dolorosos. Revi muito a minha visão religiosa e teológica acerca da família, do casamento e dos filhos. 

    Foi bom entender a alienação parental, compreender as bases teológicas da filosofia cristã acerca da unicidade familiar e pude, a partir de minha própria família, amadurecer tais entendimentos. 

    A dor que minha filhinha passou é indescritível. Sei que o tribunal da vida vai me julgar, diante do Criador, quando de minha assunção. Não sei o que será, mas sei e tenho bem claro que não temo o juízo divino. 

    Procuro ser um bom pai, ciente de que a paternidade foi destruída. O período da vida de Nina em que eu devia lhe passar a formação, valores, ética e planos morais, foi o período do meu afastamento dela. Continuo a ser um pai, mas um pai ficto, de finais de semana, sem o exercício divino da paternidade. 

    Meu papel, como homem, é assumir minha culpa e pronto. E conviver com a culpa enquanto durarem meus dias na face da terra.

    Meus momentos com a minha filha, são raros e lindos. Só nós soubemos a verdade e a pureza do amor que nos une. É um amor sublime, incondicional e marcado pela compreensão, fraternidade e afeto profundo. 

    Certo dia, ouvi do pastor Cláudio Cardoso esta frase: "Deus tem seus mistérios". Esta frase me marcou muito. Deve haver um sentido nisto tudo, um sentido que - talvez - só Deus saiba, porque, aos meus juízos, não é justo o que Nina passa e o que passou com tão tenra idade. 

    Mas, entrego tudo nas mãos de Deus. Oro e peço orações. Que o poder divino fale mais alto. 

    Hoje, 4 de junho, quando Nina completa seus 7 anos de vida, volto meu pensamento a Deus, oro por ela, peço entendimento e sabedoria para as coisas as quais sou ignorante e não compreendo. 

    Em meio a tudo isto, conheci pessoas maravilhosas, pessoas cuja bondade eu pensei que sequer existisse na face da Terra, reencontrei amigos, amigas, encontrei consolo, palavras amigas e consegui chegar até aqui. Meu sonho era fazer a festinha dos 7 anos dela. 

    Eu mesmo tenho uma cirurgia para fazer e posterguei até aqui, zelando pelo passar dos dias, pelo amadurecimento de Nina. Sou grato a Deus por tudo. Pela vida, pelos amigos e amigas, pela saúde, e, mesmo meu acidente, que me levou a esta lesão numa artéria cerebral, certamente tem algum sentido. A razão e o sentido aparecerão em breve. Tenho fé e esperança. 

    Contudo, aprendi uma lição e tenho conversado com pais e pais e pais. Numa separação, onde os adultos não se entendem, a maior dor é sempre dos filhos, pobrezinhos, indefesos, eles amam aos dois genitores e não sabem como trabalhar, racionalizar uma ruptura. Só que seus sofrimentos são interiorizados, ninguém sabe lê-los. Eles vão aflorar anos depois ... É aí que colheremos o que semeamos. 

    De qualquer forma, eu amo muito a sociedade local e meu quadro de amigos. Impossível citar todos. Nasci aqui, sou daqui e daqui não vou arredar pé. Santiago não têm donos, embora alguns se achem como tais. Nossa liberdade, nossa manifestação, nosso direito de ir e vir, nosso livre pensamento será a marca de todos nós. Meu registro, meu canto, meu eco, minha voz. 

    Agradeço as milhares de pessoas que afluem, diariamente, ao meu blog. Pessoas que interagem comigo. É muito gratificante tudo isto.

    Obrigado a todos, obrigado meu Deus, cheguei aos 7 anos de minha filha. Realizei meu sonho. Minha filhinha está ao meu lado, vamos festejar seu aniversário. Os que estarão conosco, nossos grandes amigos e amigas. 

    Deus seja louvado por tudo. Não sem razão, faremos um louvor.

    Louvor, sempre, louvor sempre. Sempre louvor. 

    Felicidades minha filha. Meu blog registrou teu nascimento, foi ilustrado por fotos do dia em que veio ao mundo. Hoje, ilustro com o teu sétimo aniversário. 

    Parabéns Nina. 7 anos.

    OBRIGADO DEUS.

    0 0






    Na tarde desse domingo, reunimos os amiguinhos e amiguinhas da Nina, nossos familiares e amigos que também consideramos nossa família, e fizemos uma festinha alusiva aos 7 anos de Nina. Foi um momento muito mágico, marcado pela emoção, pela fraternidade e afeto mútuos.

    Deputado Bianchini, Comendador Ruderson Mesquita, Nina e meu cunhado, Agenor, militar reformado do Ministério da Defesa Nacional. 

    Pastora Ana Kastro, Nina e a Médica Karine Peixoto

    Jorge Saraiva, esposa e filho, Presidente do Sindicato dos Municipários de Unistalda, Giovani Diedrichi (Presidente do Sindicato dos Municipários de Capão do Cipó (que veio com sua filhinha Giovana) e a Assistente Social Michele Gindri.

    Momentos de descontração e diálogo entre amigos. 

    Nosso estimado amigo Lucas Figueira, esposa, Professora Eila, criançada e Nina 

    Ruderson Mesquita, Nina e o papito

    Deputado Bianchini e sua esposa Professora Zaira, com  Nina

    Nina e seus tios Loreti e Agenor (minha outra irmã não compareceu por motivo de doença).

    Dependências do Tchibum, na parte reserva a brinquedorama. Muito completo o ambiente, vários atrativos, realmente, o Tchibum é um show 

    Crianças brincando

    Professora de Violão da Nina, Darla Medeiros e seu esposa Guilherme.


    Eu não tenho todas as fotos pois ainda não me foram enviadas as cópias. A amiga Zuleide Ferrari e Flávio Medeiros, amigos da Nina, também nos deram a honra de sua participação.  Do bairro onde morávamos compareceram a Roberta e Manu, dois anjinhos amáveis.

    Agradeço as pessoas que mandaram mensagens felicitando a Nina:

    A Mara, de Milão-Itália, minha ex-esposa.
    O Desembargador Ruy Gessinger, da Alemanha e sua esposa Maristela Genro Gessinger
    Dr. Tarso Genro, nosso ex e futuro governador
    Deputado Luiz Carlos Heinze
    Médica Rosa Maria Malett
    Advogada Josiane Mallet Balbé
    Fátima Brum Taques - Mato Grosso
    Dr. Júlio Garcia - Advogado
    Minha amiga Fabiane Habitzreiter - Capão do Cipó
    Deputado Marco Maia
    Angélica Monteiro
    Fernando Oliveira - Direito-URI
    Cristiane Zamperete - Professora
    Vagner e Alzira Damian - Tios da Nina
    Amiga da família Cláudia Slawisnki
    Doutor Romeu Karnikowiski, Advogado, Mestre e Doutor em Sociologia-Porto Alegre
    Alessandra Souza - Assessora Parlamentar - Santiago
    Amigo Juarez Lanches
    Grazi - Capão do Cipó
    Comandante Itacir Flores
    Felipe Dorneles
    Leandro Larssen - Sociólogo - Novo Hamburgo
    Conselheira Tutelar Sandra Margot da Costa, que atuou no Caso Nina e depois ficou nossa melhor amiga. É a pessoa que melhor conheceu tudo, ouviu Nina várias vezes e sempre teve compromisso com a ética e a verdade.
    Aos membros da Confraria dos Luminares, impossível citar todos.


    Por fim, agradeço a todos que curtiram as fotinhos da Nina em minha página no facebook. Eu fiz meu papel de pai. Havia prometido a festinha para Nina e cumpri minha palavra. Pessoalmente, agradeço a todos, desde os que foram diretamente no local, aos que enviaram mensagens e congratulações e aos que curtiram as fotinhos dela e colocaram comentários. A todos, meus sinceros agradecimentos
    A Nina ficou imensamente feliz. Foi educadíssima, uma anfitriã perfeita, embora ainda uma criança. Nestas ocasiões não é fácil ser pai e mãe, mas eu vou me virando e agradeço minha irmã que me ajudou a arrumar a Nina, essas coisas de mulheres, uma maquiagem, o cabelinho lavado e penteado



    0 0

    Caro colega Dr. Júlio Cesar de Lima Prates:

    Na oportunidade em que acuso o recebimento de seu documento, agradeço o contato, salientando a importância dessa interação.

    Inclusive, uma das bandeiras da nossa gestão é a aproximação com toda a classe, por isso queremos estar mais próximos dos advogados, conhecendo suas dificuldades e anseios do dia a dia.

    Nesse sentido,  informo que as considerações ora apresentadas receberão a atenção desta Seccional, em especial por nossa Comissão de Defesa, Assistência e das Prerrogativas,  que já está examinando o assunto e autuou o Pedido de Providências nº 397377/2017.

    Diante do exposto, ciente da relevância do tema, manifesto meus votos de elevado apreço.

    Ricardo Breier
    Presidente da OAB/RS



    0 0


    Veja a entrevista do delegado da polícia federal Protógenes Oliveira.

    É assombroso como ele explica a facilidade como se manipulam os resultados nas urnas eletrônicas.

    0 0

    Confesso-me muito incomodado com minha posição de evangélico. Explico-me. O movimento evangélico no Brasil, no início, voltado aos humildes, a fraternidade e a solidariedade, aos poucos foi adentrando para a política. 

    A rigor, adentrar para a política não seria nada anormal. Anormal, é, o que assistimos hoje. Não tenho estatísticas exatas, e até imagino que ninguém as tenha. Mas é certo que em torno de 90% dos líderes evangélicos, pentecostais ou neopentecostais, defendem abertamente uma ideologia de extrema direita e de direita. 

    Hoje, quase todo o movimento político de direita no Brasil passa por dentro das lideranças evangélicas. É claro que existem exceções, mas são exceções.

    Por outro lado, quem mais tem radicalizado ao lado das lutas sociais, em defesa dos pobres e dos humildes, são os padres e bispos católicos. 

    Eu e centenas de amigos evangélicos vivemos uma contradição quase insanável. Nossos líderes cultuam à direita e fomentam um pensamento ligado aos poder, aos grandes conglomerados e integram a bancada mais corrupta que se tem notícia no congresso nacional, a começar por Eduardo Cunha. 

    Da mesma forma, é perturbador o alinhamento acrítico com o governo de Israel (não falo do Estado de Israel), pois sei bem das contradições da sociedade israelense. O próprio Karl Marx, era judeu. Assim como Lenin, Trotsky, Freud ... Mas vivemos de incentivar o ódio contra os islâmicos e o Alcorão. Quem está certíssimo nesta questão é o Papa Francisco, que defende um diálogo inter-religioso. Não vejo padres pregando contra os islâmicos. Mas os arquétipos dos discursos evangélicos são vivamente incentivadores de ataques ao islamismo. E, agora, com Trump, tudo tende a recrudescer. 

    Somos milhares de evangélicos de esquerda incomodados. Primeiro, porque as igrejas evangélicas passaram a criar partidos e todos, gostem ou não, de direita e extrema direita. As igrejas se tornaram redutos de divulgação de uma ideologia alinhada com as classes dominantes, não externam preocupação com os pobres, e sempre que se posicionam - politicamente - é para defender corruptos e a ideologia mais direitista possível. 

    Isso contradiz os ensinamentos de Jesus em tudo, em praticamento tudo. Jesus era humilde, pregava o perdão, a repartição do pão, a igualdade e a vida em sociedade fraterna. 

    Hoje, não tenho a menor dúvida que a igreja católica está mais em sintonia com as aspirações populares. Não existem padres envolvidos em escândalos de compra de mansões, desfilando em carrões, fazendo negócios paralelos à fé.

    É claro que todos somos imperfeitos. Mas das nossas imperfeições deveríamos fazer uma igreja perto da perfeição. Mas o que vimos é o comércio da fé, uma exploração sem precedentes, a divulgação de uma teologia da prosperidade altamente questionável, o egoísmo e a busca para si, esquecendo-se do ser, do semelhante, do irmão. 

    Confesso-me em crise quanto ao campo religioso. Não em crise em minha relação com Deus. 

    Deus tem sido altamente generoso comigo, reconheço o quanto sou abençoado, como tudo na minha vida, para o que almejo, dá certo. Tudo o que busquei, consegui. Vivo feliz, e ainda tenho uma luta - onde tenho orado muito - que é para alinhar o destino de minha filhinha. O mais, tenho meu trabalho, ganho meu pão com dignidade, tenho um quarto para dormir, roupas e cobertas ... e sou um homem feliz. Credito tudo isto a bondade de Deus. Com isso explico que minha crise é religiosa, mas não com Deus. 

    Noto quantidade de amigos na mesma situação minha. Andam perdidos de igreja em igreja, não se encontram ... embora todos vivam com Deus no coração e praticando os princípios divinos.

    Deus é perdão, Deus é amor, Deus é reconciliação. Noto o quanto ódio é destilado contra presos, contra pessoas que cometeram eventuais erros, pois mesmo tendo pagos seus erros, continuam a serem julgados ... e acreditem: os maiores críticos e que seguem julgando a vida das pessoas, são os evangélicos. É tudo muito complexo e confuso. 

    Oro para que Deus me dê sabedoria e inteligência para eu superar estes óbices. Talvez eu nunca encontre esta resposta, talvez eu vá sofrer ainda mais ao ver este alinhamento dos meus com a direita e os não meus, alinhados com os pobres,  humildes e açoitados.

    Espero que as pessoas me entendam. Se não tiver solução, vou continuar cada vez mais distante dos evangélicos. Lembro-me do último culto que assisti numa igreja que eu frequentava. O Pastor começou a pregar contra o comunismo, contra o socialismo e a fazer apologia as crenças e bandeiras ideológicas da direita. Sai quieto do culto e nunca mais voltei. É terrível meu dilema. 

    Queria estar dentro, mas meu espírito e minha alma tem ojeriza as pregações que defendem a direita, que incitam ódios contra as demais religiões ... 

    Hoje, curiosamente, começo a entender o fenômeno dos desigrejados, são evangélicos sem igreja. Coisa curiosa, é o quanto cresce este movimento. Noto isto em minha cidade e em todos os lugares por onde ando. 

    Entendo que uma igreja é um local santo, de liturgias, onde as pessoas se encontram para falar com Deus, para louvarem a Deus, mas jamais, uma igreja pode ser um local de encontro para divulgação de ideologias.

    O cristianismo é essencialmente identidade com os pobres, humildes e acoitados. Mas o que vejo é meus irmãos e irmãs alinhados com o inverso de tudo que Jesus pregava. 

    As coisas não batem.

    Não há sintonia. 



older | 1 | .... | 222 | 223 | (Page 224) | 225 | 226 | .... | 247 | newer